Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Quando os bruxos celebram seus antepassados

Vanessa Ramos

Existe uma celebração na bruxaria vinda da cultura celta, que ocorre na madrugada de 30 de abril e o início de 1° de maio, aqui no Hemisfério Sul, chamada: “Samhain”, traduzido a grosso modo como: “sem sol ou sem luz”. É considerada a noite do culto aos antepassados.

Os povos antigos acendiam velas, fogueiras ou caldeirões para prestarem homenagens àqueles que se foram para o outro lado da vida.

Para as bruxas, ainda é uma noite de grande poder, já que marca o ano novo no calendário pagão, ou seja, o encerramento de um ciclo e abertura de outro.

Esse é o simbolismo da “Morte” na bruxaria, o desapego do passado que não serve mais, a morte do Ego, dos nossos aspectos sombrios a serem trabalhados e transformados, a gratidão por tudo o que foi vivido e agora se encerra, os êxitos na vida, enfim, tudo que finalizamos (ou precisamos finalizar) para que um novo ciclo possa recomeçar.

Como as fases da lua (Nova, Crescente, Cheia e Minguante) que manifestam as fases da vida, das estações, os ciclos menstruais das mulheres, as fases do desenvolvimento masculino, a infância, juventude e o envelhecer, a vida, a morte e o renascimento.

Nesse dia, crê-se que os véus entre os mundos dos Deuses e dos mortais estão mais finos e, para quem atua com a magia, o período é propício para as práticas de profecias, meditações e vivências que nos trazem revelações sobre nós mesmos, pois a transformação acontece quando nos permitimos abrir para o autoconhecimento.

Então, nessa data, limpe e purifique tudo que é necessário para que os seus caminhos se abram para o novo! E lembre-se daqueles que já partiram com carinho e gratidão, por eles terem te deixado dons que hoje você possui!

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente