Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Quando tudo passar, voltará a hora de passear

Mário Camargo, Edição

Depois de mostrar os novos Classe E sedã e perua, a Mercedes-Benz estendeu as atualizações para os belos cupê e conversível da gama. Os dois modelos mais elegantes da linha ganharam as mesmas mudanças visuais de sedã e perua, bem como as novas tecnologias e motores adotados.

Entres as maiores novidades está o 3.0 de seis cilindros em linha turbinado que equipa as duas versões disponíveis. O propulsor traz sistema elétrico de 48 volts e entrega bons 367 cv.

Na versão E 53 AMG, o “seis em linha” ganha um compressor elétrico e um segundo turbo convencional para entregar 435 cv. Nos dois modelos, o câmbio é automático de nove marchas.

Além do motor, as duas versões se diferenciam pelo visual. Os dois ganharam faróis e para-choques novos na frente, bem como novas grades. Atrás, as mudanças foram mais sutis do que no seda e há apenas retoques nas lanternas e um novo para-choque.

Na cabine, a maior novidade é o volante, que tem sensores em vez de botões físicos. A central multimídia também foi atualizada. Cupê e conversível vêm com duas telas de 12,3 polegadas lado a lado para mostrar o painel de instrumentos e a central.

A eletrônica foi atualizada, com novos menus, funções e opções de exibição. O E 53 pode ter o contra-giros centralizado e o volante da versão AMG tem seletores específicos para comandar modos de condução e controle de estabilidade.

O restante da cabine continua o mesmo do modelo 2020, com quatro saídas de ar abaixo da tela central. Como de costume, há diversas opções de materiais para revestimentos.

A linha ainda receberá as versões AMG E 63 atualizadas, que deverão ser apresentadas futuramente. As variantes mais fortes passarão pela mesma renovação estética exterior e interior, bem como atualizações no V8 biturbo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente