Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Quer um Taos na garagem? Saque 200 mil da conta

Antônio Albuquerque, Edição

Depois do T-Cross, chegou a vez da Volkswagen buscar a liderança em vendas da categoria de SUVs médios com o Taos. O novo SUV chega importado da Argentina, para fazer frente ao Jeep Compass.

Mas o Volkswagen Taos, enfim, está em à venda no Brasil. Os preços começam em R$ 154.990, ou seja, acima do Compass e do Toyota Corolla Cross, seu outro concorrente direto. Na versão de lançamento, R$ 191.060. No entanto, o SUV vem com muita tecnologia e uma cabine generosa em espaço, que tem como destaque o porta-malas de 498 litros.

Se depender da Volkswagen, o reinado do Jeep Compass pode estar com os dias contados. Será? Para conseguir esse feito, o Taos — que é montado em General Pacheco, na Argentina, sob a plataforma MQB —, adotou a estratégia do lançamento a conta-gotas, instigando o público por meses. Por causa disso, a pré-venda se esgotou em apenas 7 minutos.

Com dois tipos de acabamento, o Taos chega a partir de R$ 154.990 na opção de entrada Comfortline. Bem equipada, traz, de série, ar-condicionado Climatronic dual-zone (com saídas traseiras), câmera de ré, rodas de liga-leve de 18 polegadas, controlador de velocidade, sensores de chuva e luminosidade, além de carregador por indução para smartphones.

No mais, entre os itens, tem direção elétrica, volante multifuncional (com borboletas na parte de trás) e painel de instrumentos digital com tela de 8 polegadas. Por falar em tela, a da central multimídia VW Play possuí 10,1 polegadas e é compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Na lista de opcionais, são dois pacotes. O primeiro (Conforto, R$ 5.420) possui bancos revestidos com couro, aquecimento para os bancos dianteiros e assento do motorista com regulagem elétrica. Já o Pacote Segurança (R$ 4.790) adiciona frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres e controle de cruzeiro adaptativo.

Um pouco mais cara, a versão Highline sai por R$ 181.790. Na lista de série, além dos equipamentos da Comfortline, tem ACC com função Stop&Go, frenagem autônoma de emergência e bancos revestidos com couro sintético — os dianteiros têm sistema de aquecimento e o do motorista, regulagem elétrica. A faixa de LED na grade frontal e as luzes ambiente no interior (com 10 cores) também fazem parte do pacote.

O Taos Highline tem, ainda, quadro de instrumentos digital com tela de 10,25″, espelhos externos com detecção de ponto cego, seleção de perfil de condução (quatro modos) e alerta de tráfego cruzado na traseira.

Tendo como base a versão topo de linha Highline, a edição de lançamento, de R$ 191.060, vem com alguns extras. Nela, teto, coluna A e capas dos retrovisores são pintados em preto. Rodas de liga-leve de aro 18 escurecidas e interior com revestimento diferenciado são atrativos.

Por fim, tem som premium Beats e teto solar panorâmico. Como opcional, o teto é vendido por R$ 5.520. A versão vem com interior na cor Bege Mojave.

Quem optar pela edição especial, leva para casa uma série de benefícios. Dentre eles, um ano sem parcelas de financiamento por intermédio do Banco Volkswagen. São, também, 12 meses de seguro e Sem Parar gratuitos, além de mensalidades pagas nos aplicativos ubook e PlayKids no período.

Prometendo a rapidez e a versatilidade de um smartphone, a central multimídia VW Play tem novos aplicativos no Taos. Exclusivos para download na loja virtual VW Play Apps, na lista, estão: Spotify (músicas), MobiMax (TV digital), Get In (reservas em bares e restaurantes), Skeelo (audiolivros) e, por fim, PlayKids, que serve para distrair as crianças a bordo com mais de 5.000 opções de livros, atividades e desenhos. Tudo pode ser salvo na memória interna.

O novo integrante da linha de SUVs da Volkswagen utiliza o conhecido motor 1.4 turbo flexível de 150 cv de potência e 25,5 mkgf de torque a 1.500 rpm, que passou a ser identificado pela sigla 250 TSI. O câmbio é sempre o automático de seis marchas. Todavia, não existe expectativa de inclusão do motor 350 TSI, usado no Tigual Allspace.

Dados da montadora apontam para um 0 a 100 km/h em 9,3 segundos. A velocidade máxima fica em 194 km/h. Ainda na mecânica, o SUV tem tração dianteira e peso de 1.420 kg. Vai, nesse sentido, duelar com as versões flex de Jeep Compass e Toyota Corolla Cross.

Seguindo as novas linhas da marca tanto por dentro quanto por fora — o toque final é o novo logotipo da VW, em 2D —, o Taos promete ser referência em espaço interno. Números da fabricante, no entanto, apontam para uma carroceria com 4,46 metros de comprimento. Isso, contudo, rendeu um entre-eixos de 2,68 metros. O porta-malas do Taos, assim, é o maior da categoria, com 498 litros. Para efeito de comparação, o Compass tem 476 litros, isso porque apostou no estepe temporário, que é mais fino. Se vai estremecer a concorrência, só o tempo dirá.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente