Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Raposa engole o Galo e fica perto da vaga

Mário Camargo

A Raposa passou a Copa do Brasil na toca, hibernando, se fingindo de morta. Na realidade, estava se concentrando e poupando as energias para mais um desafio. A estratégia deu certo. E na noite desta quinta-feira, 11, mostrou que está bem viva e engoliu o Galo, cm uma exibição de gala no Mineirão. Isso mesmo. No fechamento da rodada, o Cruzeiro venceu o Atlético por 3 a 0. E isso apesar de toda a pressão envolvendo a diretoria, acusada de fraudes em investigação encaminhada pela polícia mineira.

O clima era de tensão no Cruzeiro, que na véspera teve seu vice-presidente de futebol afastado do cargo por decisão judicial. Mas nem por isso os comandados de Mano Menezes deixaram de mostrar serviço dentro das quatro linhas. Os jogadores deixaram os problemas extra-campo de lado com uma atuação segura e precisa para explorar os erros do adversário. Com a vitória, podem perder por até dois gols de diferença na próxima partida que estarão garantidos na próxima fase da Copa.

O Cruzeiro contou com ótima atuação de Pedro Rocha, surpresa na escalação ao ocupar a vaga que costuma ser de Fred e que marcou um gol, além de ter construído a jogada de outro, de Thiago Neves. Assim, o atacante ampliou a aura de carrasco do time alvinegro, pois em 2016 marcou duas vezes na decisão da Copa do Brasil, quando estava no Grêmio. Robinho definiu o placar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente