Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mais uma

Rebeca leva ouro no salto para glória da ginástica brasileira

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição

Mais uma medalha para o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. E de ouro. Está pendurada no peito de Rebeca Andrade, que continua fazendo história nos Jogos de Olímpicos. Neste domingo, 1, ela se tornou a primeira mulher do Brasil a conquistar dois pódios na mesma edição da Olimpíada. A de ouro no salto; antes ela havia conquistado a prata no individual geral.

A vitória de Rebeca veio com dois ótimos saltos, um de 15.166 e outro de 15.000, alcançando a média de 15.083. Sua principal adversária, Jade Carey, dos Estados Unidos, foi mal na primeira apresentação e ficou fora do pódio. O pódio foi completado por Mykayla Skinner, dos Estados Unidos, que ficou com a prata com 14.916 de média, e a sul-coreana Seojeong Yeo, que ganhou o bronze ao fazer 14.733.

Esta é a sexta medalha da ginástica artística brasileira na história olímpica, a segunda de Rebeca nesta edição. As outras quatro foram de homens: Arthur Zanetti nas argolas (ouro em Londres-2012 e prata na Rio-2016), e a dobradinha no solo dos Jogos do Rio com Diego Hypólito (prata) e Arthur Nory (bronze).

Aos 22 anos, Rebeca vai se firmando como a maior ginasta do País na atualidade e tem chance ainda de conquistar mais uma medalha no Japão. Ela disputa nesta segunda-feira, às 5h57, as finais do solo, quando vai apresentar seu “Baile de Favela”, que já teve ótima aceitação na fase classificatória e também na final do individual geral.

Publicidade
Publicidade