Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Casa e Decoração

Resgatando lembranças e personalizando ambientes

Foto/Divulgação
Anelisa Lopes

A memória afetiva é aquela que compreende lembranças sensoriais e emocionais, e vem à tona por meio de sons, cores, cheiros, sabores, sempre ligada a um momento importante do passado. Com decoração e tudo que está ao seu redor não é diferente. O sentimento de familiaridade também pode ser despertado por vários itens que estão presentes em uma casa ou estabelecimento comercial.

A memória afetiva pode ser despertada de várias formas: piso de caco de cerâmica é um exemplo (foto: arquivo pessoal)

Quantas vezes nos deparamos com alguma mobília ou espaço que nos remete a um ambiente aconchegante que conhecemos ou frequentamos anos atrás? Em alguns casos, quando passamos por esta situação, até fechamos os olhos para que essa sensação de túnel do tempo seja prolongada.

Para mim, alguns materiais e objetos sempre me transportam no tempo, independentemente da forma como e onde estão dispostos: o piso de taco, que cobre até hoje o apartamento do meu pai, e a tela de palhinha, que me faz lembrar de um cômodo para o telefone que ficava na casa da minha madrinha. Ou ainda uma parede de pedra mineira que havia na casa dos meus bisavós. E pensar que estas memórias são de mais de três décadas atrás!

Atualmente, muitos projetistas e fabricantes têm desenhado com essa pegada afetiva, mas com uma leitura contemporânea. E o resultado não poderia ser melhor: se a memória não pode ser resgatada por meio de herança de família, que tal compor com algo que nos leva para nossa infância num formato moderno e funcional? E vale de tudo: além de mobiliário, este toque está em luminárias, revestimentos e pisos. Qual material ou objeto desperta a memória afetiva em você?

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente