Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mulher

Retreat, o novo conceito da moda, de saúde e de bem-estar

Foto/Divulgação
Glauco Junqueira

O último post de 2018 não poderia ser mais especial que este! É uma sugestão de um novo tipo de cuidado com a saúde e com o bem-estar, que alia turismo, gastronomia, um spa exuberante e experiências únicas.

Foi-se o tempo em que os destinos de luxo eram sinônimos de hotéis de altíssimo padrão – hotéis que proporcionavam apenas a fórmula “básica” composta por spas renomados, quartos modernos e superequipados, boa cama e boa mesa. Agora, surge um novo conceito de bem-estar: os “Retreats”, ou, simplesmente, retiros.

Esqueça Indonésia, Tailândia ou qualquer outra ilha do Oceano Índico ou Pacífico. Estamos falando de um dos destinos mais badalados, não apenas de Portugal, mas do mundo. A Comporta virou definitivamente um balneário da moda. Não só pela extensa lista de frequentadores famosos (Christian Louboutin, Madonna, Maria Sharapova, Marina Ruy Barbosa, Harrison Ford); principalmente pela beleza selvagem e ímpar da região. Por isso mesmo, esse destino incrível deve entrar na sua wish list para 2019! Vamos a ele.

Lagoas secretas, dunas selvagens, arrozais extensos e quilômetros de praias de areia dourada da costa atlântica fazem parte desse cenário paradisíaco. O charme das vilas de pescadores, a deliciosa e confortante gastronomia alentejana, os vinhos e os inúmeros alojamentos locais fizeram da Comporta um must go.

Todavia, um hotel, em específico, chama a atenção por seu conceito único, rústico e que ganhou fama mundial. Começou por ser apenas uma casa de férias, transitou para um turismo rural de 14 quartos e está agora entre os lugares mais desejados do mundo.

A Comporta está para Portugal assim como Trancoso ou Fernando de Noronha estão para o Brasil: um misto de praia, campo, montanha, resorts ou pequenos hotéis hippie chics. Um verdadeiro convite a um retiro no meio do verde, no meio do nada.

Sublime no nome, invejável no conceito: o novo luxo é a simplicidade e serve de pano de fundo para esse hotel de charme, onde se respira calma. É, em pleno Alentejo, onde outrora havia praias selvagens e completamente desconhecidas do grande público, que surge esse empreendimento hoteleiro despojado, autêntico nos detalhes e totalmente integrado com a natureza.

No Sublime Comporta, a experiência hoteleira substitui o luxo habitual pela simplicidade do bem-estar de quem lá se hospeda, do ‘pé na areia’ e do convívio com o belo e o estético – sem qualquer ostentação. Lá, o luxo é sinônimo de qualidade, de atenção aos detalhes, de bem servir e de atender às necessidades do viajante com requinte e simplicidade, ao mesmo tempo. Pode parecer confuso ou mesmo contraditório; todavia, só quem lá esteve entenderá essas referências tão antagônicas.

Os quartos, as suítes e as novas Vilas ao estilo “Cabanas” da Comporta dividem-se entre vários edifícios, garantindo intimidade ao hotel. Ao todo, são 81 quartos; as Vilas, cada uma com tipologia diferente (com 2, 3, 4 e 5 quartos) incluem, todas, lareira exterior/interior ou suspensa, pavimento aquecido, uma piscina particular, vários decks e até 7.000m2 de área própria, ao ar livre. Todas as configurações contam com o serviço do hotel.

Inaugurado em 2014, o Sublime Comporta fica a aproximadamente uma hora de carro de Lisboa. Esse hotel charmoso fica num terreno de 17 hectares, no meio de um pinhal, onde a calmaria é uma constante – no melhor estilo de vida tranquila alentejana – e anda de mãos dadas com a privacidade dos hóspedes. Respira-se serenidade e confronta-se com um genuíno ambiente de conforto absoluto.

Nasceu da paixão de Gonçalo Pessoa, um piloto da TAP, apaixonado por aquela região, e de sua mulher, Patrícia Pessoa. Não imaginavam esse boom da Comporta, mas decidiram apostar na hotelaria que, mais tarde, tomou conta da casa de veraneio do casal.

É possível desfrutar do hotel tanto no verão quanto no inverno: se para os dias de calor a bela piscina exterior (inspirada nos antigos tanques de arroz da região) é um convite indecente para um mergulho revigorante, nos dias frios, a piscina interior aquecida do Spa recém-renovado (sobretudo quanto a menu e tratamentos) é o chamariz para relaxar e esquecer-se do tempo.

Tudo no Sublime está em perfeita sintonia com a natureza. Sua decoração rústica e despretensiosa, na qual a madeira reina soberana, representa a fusão perfeita entre a beleza do ambiente natural e a simplicidade arquitetônica. O restaurante principal do hotel, chamado ‘Sem Porta’, foi desenhado pelo famoso arquiteto Miguel Câncio Martins (Buddha Bar, Man Ray entre outros) e por José Alberto Charrua.

A arquitetura encontra a sua inspiração nos antigos celeiros da região. A cozinha inspira-se nas receitas tradicionais portuguesas, com enfoque na região: a apresentação de cada prato surpreende pela elegância. O Chef Tiago Santos utiliza produtos regionais, trabalhando com pescadores e adegas locais, dando prioridade aos produtos frescos e, sempre que possível, orgânicos.

A herdade conta ainda com o ‘Com Brasa’, restaurante sazonal onde a grelha é a estrela. Também especial é o ‘Food Circle’, localizado no meio do jardim biológico do hotel, onde há lugar apenas para 12 pessoas que queiram viver uma experiência gastronômica única, cozinhando com produtos frescos e biológicos, ao lado do chef.

O Spa é estrela do hotel e surpreende por sua calma e sua simplicidade. Oferece uma ampla variedade de tratamentos personalizados a cada cliente: inclui 3 salas de tratamento (uma para casais), sauna seca e a vapor, piscina interior aquecida e uma academia. As terapeutas falam com cada indivíduo de forma a selecionar o melhor tratamento, utilizando produtos 100% biológicos da marca Amala, além de ervas aromáticas do jardim orgânico para as infusões.

Este tipo de turismo, de oferecer experiências inesquecíveis aos hóspedes, de oferecer qualidade e bem-estar, e não quantidade, de ser de fato um ‘retiro’ – quase que espiritual –, venceu.

Fica a sensação de sossego, de estar longe de tudo – e perto, ao mesmo tempo –, de uma total e instintiva sensação de isolamento e de ‘mundo à parte’. E, quando se fala em ‘sublime’, fica fácil entender que os vários sinônimos da palavra são incontestavelmente aplicáveis a esse hotel, bem como todos os adjetivos desse texto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras

Segue a gente