Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Roriz, diretor da CEB, usa fake para tomar cargo

Foto/Valter Zica - Divulgação/OAB - Arquivo Notibras
Marta Nobre - Editora Assistente

Um grupo de jornalistas de Brasília, capitaneados por José Seabra, diretor de Redação de Notibras.com, se uniu para checar informações falsas e denunciar Luiz Eduardo Sá Roriz, diretor da CEB Geração, como autor de fake news. Ele foi nomeado para o cargo pelo governador Ibaneis Rocha, de quem diz ser amigo particular.

Eduardo Roriz, como é conhecido no meio em que atua, é acusado de inventar calúnias e distribuir para a imprensa. O objetivo é sempre o mesmo: desacreditar e desestabilizar o superior imediato para subir mais um degrau em sua insidiosa carreira. Não está descartada uma denúncia contra ele na Comissão de Ética da OAB.

Como era, até então, uma figura respeitada, os jornalistas davam crédito à informação, e maninham a fonte no anonimato. Mas Roriz, hoje, é visto como um ‘dedo-duro’, um reles ‘informante’ que usa de meios espúrios para atingir seus objetivos, enquanto usa da boa-fé de jornalistas.

Uma das últimas notórias artimanhas patrocinadas por ele, que provocaram danos e perdas morais para jornalistas e políticos ilibados, foi fotografar o aparelho celular de Alexandre Navarro, então presidente da Terracap, com supostas mensagens sobre a cobrança de propina para abastecer o caixa do PSB. Isso se deu em meados de 2016, no governo de Rodrigo Rollemberg (PSB).

O Código de Ética dos Jornalistas prega a preservação da fonte, desde que a notícia tenha credibilidade e que o responsável pela informação, se necessário, comprove autoria das mensagens.

Eduardo Roriz, porém, criou e-mail fictício (Eduardo Roriz <[email protected]>) para transmitir informações a que ele teve acesso sorrateiramente, chegando mesmo a manipular o texto para incriminar seu superior, no caso Alexandre Navarro, num jogo sujo para tentar derrubá-lo do cargo. Hoje esse endereço eletrônico é dado como desativado.

Na época, havia rumores na Terracap de que Eduardo Roriz, então diretor-comercial da estatal, agia no sentido de afastar Alexandre Navarro assumir a cadeira de presidente.

O temor agora é de que Edurdo Roriz, que evita a todo custo atender jornalistas que foram vitimas de suas fake news, prepare uma armadilha para forçar a demissão de toda a cúpula da CEB, tornando-se, então, o primeiro em comando da Companhia Energética de Brasília.

Neste domingo, 4, os fatos chegaram ao conhecimento do governador Ibaneis Rocha, que manifestou interesse em mandar investigar as denúncias envolvendo o diretor da CEB Geração.

Enquanto isso, cresce a ideia de um movimento de repórteres para fazerem plantão na porta do escritório de Eduardo Roriz, instalado numa suntuosa mansão na Península dos Ministros. Lá ele passa mais tempo atendendo clientes do que trabalhando no cargo para o qual foi nomeado.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente