Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Roubado, diz torcida, Palmeiras não encosta no Fla

Mário Camargo, Edição

Um gol legal, anulado pela arbitragem sem nenhuma justificativa, após alertada pelo VAR, impediu a vitória do Palmeiras sobre o Internacional, neste domingo, 29, no Beira Rio. Segundo os palmeirenses, o jogo ‘foi roubado’ e o juiz ‘comprado’. Bruno Henrique marcou no final, mas como não valeu, o duelo acabou igual em 1 a 1. Com o resultado, o time paulista chega aos 46 pontos e fica a três do líder Flamengo. Já o colorado soma 37 pontos e ocupa o sexto lugar na tabela de classificação.

O Palmeiras entrou em campo de olho em diminuir para apenas um ponto a diferença para a ponta do Brasileirão e mostrar que está vivo na briga pelo bicampeonato nacional. A equipe alviverde também queria manter o embalo das cinco vitórias consecutivas desde a estreia de Mano Menezes. A ideia, no entanto, não foi vista na prática quando a bola rolou.

Irreconhecível, o time paulista quase não conseguiu passar no meio-campo com a bola dominada durante o primeiro tempo. Mostrando que está recuperado da derrota na final da Copa do Brasil para o Athletico Paranaense e da polêmica partida contra o Flamengo no meio da última semana, o Internacional criou as melhores oportunidades desde o início.

Sem D’Alessandro (lesionado) e Guerrero (suspenso), Uendel e Patrick foram os responsáveis por comandar as ações ofensivas do Inter, sempre pelo lado esquerdo. Weverton e a trave até evitaram que os donos da casa abrissem o placar. Mas aos 26 minutos, Patrick apareceu sozinho na pequena área para escorar cruzamento de Nico López e fazer 1 a 0. Este foi o segundo gol do meia contra o Palmeiras na temporada. Ele também marcou na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, que viria a resultar na desclassificação nos pênaltis da equipe paulista.

Com vantagem no marcador, a jovem equipe escalada por Odair Hellmann diminuiu um pouco o ímpeto. Mesmo assim, o trio de atacantes Dudu, Luiz Adriano e Hyoran ficou isolado do restante da equipe e não conseguiu dar trabalho para Marcelo Lomba.

Muito incomodado com a postura da sua equipe, Mano fez duas mudanças. No intervalo, Willian entrou na vaga de Hyoran e, aos 10 minutos, Gustavo Scarpa deu lugar para Lucas Lima . As alterações deram resultado imediato. Primeiro, Willian recebeu livre pela esquerda e bateu fraco, no meio do gol. Masno lance seguinte, o atacante palmeirense aproveitou bola mal afastada por Lindoso e, de primeira, acertou um chute indefensável para Lomba.

O gol deu ânimo para o vice-líder, que perdeu a chance de virar. Após cruzamento na área, Vitor Hugo aproveitou cruzamento de Bruno Henrique e acertou bela cabeçada, exigindo grande defesa do goleiro rival.

Nos minutos finais, o VAR entrou em ação e anulou um gol marcado por Bruno Henrique. Na origem da jogada, a bola resvalou na mão de Willian em disputa com o zagueiro Klaus. O lance foi a última grande oportunidade do Palmeiras, que ainda viu Mano Menezes levar um amarelo por reclamação. O cartão vai tirá-lo da próxima partida, contra o Atlético-MG.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente