Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Guerra sem fim

Rússia recupera Soledar e segura avanço ucraniano

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto Reprodução

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou a libertação completa da cidade de Soledar, dizendo que a captura do assentamento estratégico permitirá cortar as rotas de abastecimento usadas pelas forças ucranianas na vizinha Artemovsk (rebatizada de Bakhmut pelo governo pós-golpe da Ucrânia em 2016) .

De acordo com os números do MoD, mais de 700 soldados ucranianos foram mortos e 300 peças de armamento, incluindo três aviões e um helicóptero, foram destruídos na luta por Soledar nos últimos três dias. As defesas aéreas russas também derrubaram nove foguetes HIMARS.

“A libertação do assentamento de Soledar, importante para a continuação das operações ofensivas bem-sucedidas na região de Donetsk, foi concluída na noite de 12 de janeiro”, disse o porta-voz do MoD, Igor Konashenkov, em entrevista coletiva na sexta-feira.

Os militares russos disseram que a captura de Soledar foi possível graças aos ataques constantes da aviação do exército, unidades de foguetes e artilharia, imobilizando as forças ucranianas e impedindo a transferência de reservas, a entrega de munição e bloqueando as tentativas de retirada para novas linhas defensivas. Ao mesmo tempo, Konashenkov disse que as Forças Aéreas Russas ocuparam alturas dominantes e bloquearam a cidade pelo norte e pelo sul.

De acordo com Konashenkov, a libertação de Soledar permitirá que as forças russas bloqueiem as forças ucranianas na região e as coloquem em um caldeirão.

Os primeiros dias de 2023 testemunharam combates intensos por Soledar entre as forças russas e ucranianas, com o chefe do DPR, Denis Pushilin, anunciando na terça-feira que o centro da cidade estava sob o controle do Wagner Group, uma empresa militar privada russa.

O legislador do DPR, Vladislav Berdichevsky, disse na quinta-feira que a vitória em Soledar abriu as portas para a libertação do restante do Donbass, e que a batalha pela própria cidade criou um minicaldeirão contendo tropas ucranianas e mercenários estrangeiros.

Publicidade
Publicidade