Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Salário no cartão pré-pago facilita a vida do trabalhador

Foto/Divulgação
Elvis Tinti

Não há nada mais gratificante do que receber seu salário após um mês de trabalho duro. Contudo, como você recebe o seu rendimento? Até pouco tempo atrás, o trabalhador tinha poucas escolhas: ou ele abria uma conta em banco e ficava dependente das tarifas cobradas ou recebia em dinheiro vivo e corria riscos desnecessários de roubo ou perda.

Isso faz com que as pessoas realizem verdadeiras manobras de saque, transferência e depósito para conseguir pagar as contas e fazer as compras. Entretanto, já é possível receber todo o salário direto em seu cartão pré-pago, sem intermediação de bancos ou pagamento de taxas.

Essa novidade foi implementada pela Resolução 4.693/2018, do Banco Central do Brasil, e já está valendo. A partir de agora, os salários podem ser transferidos diretamente para as contas de pagamentos, ou seja, cartões pré e pós pagos oferecidos por instituições financeiras e fintechs.

Além da transferência gratuita, a norma também permite ao consumidor que ele solicite a portabilidade diretamente na instituição de destino ao invés de ter que comunicar o empregador ou o banco.

A decisão do governo federal aumentou o poder do funcionário sobre seu próprio salário. Com a medida, ele passa a ter muito mais opções e comodidade para administrar seu dinheiro e pode definir quais as melhores formas de gastá-lo. Afinal de contas, se o cartão pré-pago já é ideal para pagamento de contas, recargas de celular e compras no supermercado, o usuário não precisa mais ter que transferir o valor da sua conta para o meio de pagamento.

Basta se planejar para usá-lo de forma transparente e sem burocracia. Além da rapidez, essa nova modalidade de recebimento do salário traz mais conforto, segurança e economia ao usuário. Ele não precisa mais realizar diversas transferências entre contas, pagando tarifas bancárias, e tampouco precisa sacar e depositar grandes somas de dinheiro em cédulas, correndo o risco de assalto. Sem falar no impacto econômico, uma vez que estimula a concorrência entre as instituições financeiras com a oferta de soluções cada vez mais inovadoras à população.

As facilidades tecnológicas dos últimos anos mudaram a percepção das pessoas em praticamente todas as áreas. Atualmente, elas querem serviços cada vez mais rápidos, intuitivos e simples. Com a administração de seus salários não é diferente. Ao invés de fazer diversas transferências e ter que agendar pagamentos, fica muito mais fácil quando o rendimento já cai no mesmo meio utilizado para pagar as contas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente