Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

São Paulo leva virada na estreia da Libertadores

Mário Camargo

O São Paulo perde de virada, por 2 a 1, para o Binacional (Peru), nesta quinta (5), na sua estreia no grupo D da edição 2020 da Copa Libertadores da América. Mesmo jogando no estádio Guillermo Briceño Rosamedina (que fica na cidade de Juliaca, que fica na fronteira com a Bolívia e a 3850 metros de altitude), a equipe paulista não se intimidou no início da partida e partiu para o ataque.

E a primeira chance não demorou a sair, quando o atacante Alexandre Pato erra finalização de cabeça. Mas aos 20 minutos não teve jeito, o camisa 7 consegue marcar. A jogada começa com lançamento do goleiro Tiago Volpi para Pablo. O atacante faz tabela com Daniel Alves e toca para Alexandre Pato, que acerta uma pancada de direita para abrir o marcador.

Na parte final da etapa inicial o São Paulo ainda teve a oportunidade de ampliar com Antony e Pablo, mas o 1 a 0 prevaleceu até o intervalo. Mas a falta de competência do São Paulo de aproveitar as oportunidades no final do primeiro tempo foi punida logo no início da etapa final, quando Marco Rodríguez marca para o Binacional logo aos 4 minutos.

A partir de então a equipe brasileira passa a diminuir o ritmo, dando sinais claros de desgaste por conta dos efeitos da altitude. Com isso o gol da virada não demora a sair. Aos 32 minutos Arango chuta de esquerda após receber a bola próximo à área para vencer o goleiro Tiago Volpi.

A equipe paulista, mais na vontade do que na qualidade, ainda tenta alguma reação, mas não teve chance para mais nada. Resultado final, Binacional 2 x 1 São Paulo. O próximo compromisso do tricolor paulista na Libertadores será na próxima quarta (11), no estádio do Morumbi, contra a LDU (Equador).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente