Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

São Paulo sofre mas bate Fortaleza no Morumbi

Antônio Albuquerque, Edição

Ainda não foi desta vez que o Fortaleza, desde que começou a ser dirigido por Rogério Ceni, conseguiu vencer o São Paulo. Na noite desta quinta, 13, o Tricolor paulista derrotou os visitantes por 1 a 0, gol de Daniel Alves.

Os são-paulinos voltam a campo no domingo, às 16h, contra o Vasco, em São Januário. Já os cearenses, que estrearam com derrota para o Athletico-PR, recebe o Botafogo no Castelão às 19h30 do mesmo dia em busca da primeira vitória.

O São Paulo tinha duas modificações em relação àquele da fatídica derrota para o Mirassol há 14 dias. A primeira, já esperada, foi a entrada de Liziero na vaga de Alexandre Pato, o que fez Pablo sair da direita – para onde foi Daniel Alves – e migrar para o comando do ataque. A outra foi de última hora: Vitor Bueno sentiu o adutor da perna esquerda no aquecimento e deu lugar a Paulinho Boia pela esquerda do ataque.

As trocas não melhoraram muita coisa no time de Fernando Diniz, que incomodou muito pouco o goleiro Felipe Alves e cedeu alguns contra-ataques perigosos ao Fortaleza, mas foi por causa de uma delas que o time abriu o placar aos 42 minutos da etapa inicial: como bom atacante de lado, Daniel Alves apareceu nas costas do lateral-esquerdo Bruno Melo para aproveitar um cruzamento de Reinaldo e marcar seu sexto gol em 14 partidas em 2020.

O Fortaleza voltou para o segundo mais adiantado, tentando sufocar a saída de bola do São Paulo. E conseguiu, mas Juninho cortou o passe de Liziero com o braço antes de finalizar e Leandro Pedro Vuaden anulou o que seria o gol de empate dos visitantes, aos três minutos, com o auxílio do VAR.

O Leão não conseguiu exercer uma grande pressão sobre o São Paulo, mas isso não significa que o segundo tempo tenha sido sossegado para o time da casa, que recuou demais e perdeu velocidade para contra-golpear quando Diniz tirou Paulinho Boia e colocou Gabriel Sara. No fim, o técnico ainda reforçou a marcação com Luan na vaga de Igor Gomes e conseguiu segurar uma vitória sem grandes predicados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente