Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Seu Jair desaparece nas idas e vindas do porteiro

Pretta Abreu

Em depoimento prestado à Polícia Federal, o porteiro que citou Jair Bolsonaro no caso Marielle reviu suas palavras e considerou que errou ao atribuir ao presidente a autorização para a entrada de um dos acusados no condomínio Vivendas da Barra. O pobre moço, agora com a memória lavada, afirmou ter se sentido confuso durante os dois depoimentos à Polícia Civil em outubro, quando afirmou, com segurança, que “seu Jair” autorizou a entrada no condomínio do ex-PM Élcio de Queiroz, um dos acusados pelas mortes de Marielle e do motorista Anderson Gomes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente