Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Sexo vinha com pitadas de poesia na era Medieval

Carolina Paiva, Edição

Uma versão inicial do “Romance da Rosa”, um poema francês medieval popular que a Live Science descreveu como “o ‘Crepúsculo’ de seus dias, e que passou de mão em mão naqueles tempos, acaba de ser descoberto nos arquivos de a Diocese de Worcester.

Estudiosos apontam que embora todas as versões do romance sejam “ligeiramente diferentes”, esse texto específico apresenta uma cena explícita que foi deixada de fora das impressões modernas do romance.

Trata-se de algo mais para ‘Fifty Shades of Grey’ do que ‘Crepúsculo’, indicam tradutores renomados. A cena em questão, que aparentemente descreve um encontro sexual através da linguagem das metáforas, retrata o amante se apresentando como um peregrino.

O visitante fala de um membro “rígido e forte” e menciona “enfiá-lo naquelas valas” e depois se descreve ajoelhado diante da amante “cheio de agilidade e vigor, entre os dois pilares justos … consumidos pelo desejo”

“‘O Roman de la Rose’ estava no centro de uma discussão medieval entre intelectuais sobre o status das mulheres. Por isso avaliamos que essas páginas foram retiradas de suas encadernações originais e recicladas por alguém que se ofendia com cenas assim”, diz a estudiosa da Universidade de Bristol Marianne Ailes.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente