Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Sim. Mas, porém, contudo, entretanto…

Pretta Abreu

Preparado pela assessoria palaciana, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deu um nó nos senadores da CPI da Covid nesta quinta, 6. Ele simplesmente não respondeu objetivamente a perguntas, principalmente sobre o uso da cloroquina para combater o novo coronavírus. Foram tantas evasivas que a maioria do colegiado, que faz oposição a Bolsonaro, ficou irritada. Presidente da CPI, Omar Aziz, chegou a advertir. “É sim ou não. Não tem outra opção”, afirmou, dirigindo-se a Queiroga. O ministro não deixou por menos. “Meu papel não é ser crítico das ações do presidente da República ou de outros integrantes do governo”. Resumindo: o depoimento foi uma lambança.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente