Curta nossa página


Sport usa lateral-artilheiro e derrota Santos por 3 a 1

Publicado

Autor/Imagem:


O Sport deu um passo importante na busca pela tão almejada vaga na Copa Libertadores da próxima temporada. Nesta quarta-feira, jogando na Arena Pernambuco, a equipe comandada por Eduardo Baptista viu o Santos marcar primeiro, mas virou a partida, venceu por 3 a 1 e conseguiu se aproximar do G-4 do Campeonato Brasileiro.

Thiago Ribeiro fez para os visitantes, mas Patric garantiu o triunfo de sua equipe: com cacoete de atacante, o lateral direito fez os três gols do Sport e foi o nome do duelo.

Com o resultado, o Santos continua no meio da tabela da Série A, na 9ª posição, com os mesmos 26 pontos. Já o Sport ganha algumas posições e começa a se aproximar do G-4 da competição. Os pernambucanos aparecem em 7º, com 31 pontos, três atrás da zona de classificação da Copa Libertadores.

Apesar do triunfo sobre o Vitória na última rodada, Enderson Moreira mexeu na equipe. O técnico abriu mão de um esquema com três atacantes e optou por mais um homem de meio-campo. Gabriel foi sacrificado, e Alan Santos começou jogando.

O Santos foi melhor em quase toda etapa inicial. Mais organizado e com bons contra-ataques, a equipe chegou ao gol aos 24min. Thiago Ribeiro recebeu de Arouca na esquerda, se livrou de dois marcadores e bateu cruzado, sem chances para Magrão. Aos 36min, por pouco, a equipe não aumentou. Thiago Ribeiro avançou pela direita e cruzou para Leandro Damião. O atacante cabeceou bem, no chão, mas o goleiro conseguiu fazer ótima defesa.

No final do primeiro tempo o Sport melhorou, descontou e por pouco não virou o jogo. Aos 40min, Danilo cruzou da esquerda, Patric ganhou da zaga e, de cabeça, estufou as redes do goleiro Aranha. O clube pernambucano começou esboçar uma pressão e assustou aos 47min. Ibson chegou a marcar, mas o árbitro anulou o gol por impedimento do meia.

Na etapa final, Eduardo Baptista ousou, e acertou na alteração. O atacante Érico Junior não voltou dos vestiários e o treinador optou pela entrada de Vitor, lateral direito, liberando assim Patric, o outro jogador da mesma posição. Aos 7min, Durval cruzou na área e Patric fez seu segundo no jogo. Seis minutos depois quase saiu o terceiro. O próprio Patric dominou de costas, girou e bateu no canto. Mas, dessa vez, Aranha conseguiu evitar o gol.

Atrás da vitória, Enderson Moreira voltou para o esquema com três atacantes. O técnico tirou o volante Alan Santos e colocou Gabriel em campo. A alteração fez a equipe melhorar e crescer na partida. No entanto, quis o destino que o jovem garoto da base atrapalhasse o melhor momento da equipe santista. Aos 26min, David Braz bateu cruzado, e a bola entraria. Mas Gabriel, em posição irregular, acabou colocando o pé na bola e atrapalhando o que seria o empate da equipe do litoral paulista. O atacante ainda marcaria um gol legal aos 37min, mas a arbitragem acabou anulando de forma equivocada.

Desesperado pelo gol de empate, o Santos se lançava ao ataque, mas deixava muitos espaços no sistema defensivo. Aos 46min, o Sport aproveitou e matou a partida. Patric carregou a bola, invadiu a área e acertou um belo chute, marcando seu terceiro gol na partida e dando números finais ao placar.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Coritiba, sábado (13), às 21h, na Vila Belmiro. Já o Sport visita a Chapecoense, no mesmo dia, mas às 18h30, na Arena Condá, em Santa Catarina.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2024 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.