Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


9 a 2

Supremo dá goleada em Ibaneis, Anderson, Kássio e Mendonça

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu - Foto de Arquivo

Nove votos a favor e apenas dois contra. Esse o placar da votação virtual do Supremo Tribunal Federal pela manutenção do afastamento do governador Ibaneis Rocha (MDB) do Palácio do Buriti por três meses, determinado no domingo, 8, pelo ministro Alexandre de Moraes.

O mesmo resultado valeu para as ordens de prisão contra Anderson Torres, ex-ministro da Justiça de Bolsonaro, que foi demitido da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal no mesmo dia em que terroristas bolsonaristas atacaram a Praça dos Três Poderes, e do coronel Fábio Augusto Vieira, que comandava a PMDF.

Os ministros André Mendonça e Kassio Nunes Marques, dois ‘terrivelmente evangélicos’ colocados na Corte pelo fujão que deixou o país sem passar a faixa presidencial para Lula, foram os únicos que defenderam Ibaneis, Anderson e Fábio Augusto.

As decisões do xerife ‘Xandão’ foram avalizadas pelos ministros Gilmar Mendes, Edson Fachin, Carmen Lúcia, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber, esta, presidente do TF..

Publicidade
Publicidade