Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Propostas pés no chão

Tarifa zero, fome zero; PO acena com alívio geral

Publicado

Foto/Imagem:
Pretta Abreu , Edição- Foto Reprodução

Com uma defesa técnica de um de seus maiores projetos, a adoção da tarifa zero nos transportes públicos, Paulo Octávio, candidato do PSD ao Governo do Distrito Federal (GDF), acena com mais socorro ao povo. “Quero que Brasília seja a primeira capital do Brasil a ter transporte público gratuito. Com o alto investimento que já fazemos, acima de R$ 1 bilhão por ano, e com investimentos adicionais que virão do remanejamento de recursos, é possível termos transporte de massa eficiente, de qualidade, moderno e gratuito, com ônibus com ar condicionado e wi-fi”, destacou.

Com números precisos, PO também ataca a insegurança alimentar e da fome na cidade. “É importante dizer que toda a assistência social será mantida e vou acrescentar uma cesta básica. Para ampliar a questão da segurança alimentar, também vou implementar o jantar das 17h às 19h nos restaurantes comunitários. Não podemos permitir pessoas passando fome em uma cidade como Brasília. As pessoas desempregadas não têm condições de comprar alimentos. Por isso, vou criar restaurantes comunitários em todas as Regiões Administrativas”, destacou.

Para Paulo Octávio, a questão da segurança alimentar é fundamental. “Pessoas bem alimentadas vão menos ao hospital e têm menos problemas de saúde. Sempre forneci alimentação balanceada aos meus funcionários, e todos são bem nutridos. O governo tem que fazer mais e fica um apelo para alimentar melhor todos os brasilienses. Precisamos de uma Brasília bem nutrida e saudável”, completou.

Um dos maiores empresários da construção civil na capital, ele critica o déficit habitacional existente. “O sonho da casa própria é de todo brasileiro. Hoje, a fila da Codhab tem milhares de pessoas inscritas. Eu proponho uma nova cidade, na região do Colorado, para abrigar as pessoas que precisam de um lar. Sem isso, as invasões não vão parar. Quem precisa de moradia: no meu governo, vai ter”, promete.

Elogiando o nível do servidor público do GDF, Paulo Octávio diz ser contra as privatizações. “Vou deixar bem claro: no meu governo não farei nenhuma privatização”. Sobre a saúde, outra de suas prioridades, ele vai investir em gestão e boas ideias. “Quero transformar o centro administrativo em um centro de saúde, que é a prioridade do DF. E vou ter na pasta da saúde um bom gestor, que é isso que precisamos”.

Publicidade
Publicidade