Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Tem carro que não vende nem em promoção. Por quê?

Foto/Divulgação
Mário Camargo, Edição

Por enquanto tivemos apenas janeiro como mês cheio de vendas. É um mês de menor movimento no comércio por conta das férias escolares. Mesmo assim, já dá para ter uma ideia dos modelos que vão de vento em popa e aqueles que não estão fazendo o menor barulho.

Esta lista considerou apenas modelos cujas vendas se situaram bem abaixo da média de seus segmentos. E também alguns representantes de segmentos que há muito tempo perderam o protagonismo no mercado. Alguns deles respiram por aparelhos. É o caso dos hatches médios e das peruas.

O Chevrolet Cobalt vendeu 928 carros em janeiro. À primeira vista, esse número parece não ser tão ruim. Mas está bem abaixo do VW Virtus, que registrou 3.591 unidades no mesmo mês. Mesmo o novato sedã Yaris emplacou 2.027 exemplares no período.

Se tem mandado bem com a linha Polo e Virtus, a Volkswagen vai mal com o Up. Vítima de seu posicionamento de mercado, o excepcional carrinho vendeu só 984 unidades.

Ou seja, comeu poeira diante dos outros subcompactos, como o líder Renault Kwid, com 5.336 carros. E o Fiat Mobi, com 4.413 unidades. Pior que ele, só o New QQ, subcompacto da Caoa Chery que conseguiu emplacar apenas 259 unidades em janeiro.

Preteridos – O Nissan March emplacou 565 unidades em janeiro. Do Citroën C3, foram 424 e do Peugeot 208, apenas 411. Os três hatches estão muitas posições atrás dos líderes do segmento, Chevrolet Onix (18.842 unidades) e Hyundai HB20 (7.249 unidades).

Entre os sedãs médios, há um amplo vale que separa as vendas do primeiro escalão, com Corolla, Civic e Cruze, dos demais modelos. Enquanto o líder Toyota vendeu 4.075 carros em janeiro, Citroën C4 Lounge e Kia Cerato só conseguiram emplacar 234 unidades cada um.

Com os SUVs, o segmento que domina os desejos dos brasileiros atualmente, também há um grande hiato entre os queridinhos e outros menos lembrados pelo público. Um dos esquecidos é o Mitsubishi ASX, que registrou 275 unidades em janeiro. Isso representa meros 0,69% de segmento dominado por Renegade, Compass, HR-V, Kicks e Creta.

Em declínio – Os hatches médios vêm perdendo relevância a cada dia. O Chevrolet Cruze Sport6, que é líder do segmento, vendeu meros 652 carros. O que dizer então de seus concorrentes diretos, VW Golf, com 276 exemplares, e Ford Focus hatch, com pífias 107 unidades?

Com as peruas, a situação é ainda mais dramática: elas estão á beira da extinção. As vendas registradas em janeiro da VW Spacefox (365 unidades) e Fiat Weekend (194 unidades) são de sobras de estoque, já que ambas já pararam de ser fabricadas.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente