Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Salto com vara

Thiago queima três tentativas e fica com bronze

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição

O brasileiro Thiago Braz conquistou a medalha de bronze nesta terça-feira (3) na final do salto com vara do atletismo nas Olimpíadas 2020. Ele superou a marca de 5,87m, altura que ainda não havia atingido no ano, e parou na terceira posição, quando queimou suas três tentativas em 5,92m.

O sueco Armand Duplantis, recordista mundial, conquistou o ouro no momento em que o norte-americano Christopher Nilsen, medalha de prata, queimou suas três tentativas na marca de 6,02m.

Favorito absoluto à prova, Duplantis superou 6,02m e, ao confirmar o ouro, subiu o sarrafo direto para 6,19m. Sua intenção era ultrapassar sua melhor marca, 6,18m, e bater novamente o recorde mundial, mas ele falhou nas três tentativas. Dessa forma, o recorde olímpico continua sendo de Thiago Braz – 6,03m, atingido nas Olimpíadas do Rio.

A medalha de bronze do brasileiro foi confirmada após um erro de um adversário conhecido de Thiago: o francês Renaud Lavillenie, que também não conseguiu ultrapassar a marca de 5,92 m – como havia pulado suas tentativas nos 5,80m e 5,87m, Lavillenie terminou com a marca de 5,70 m, bem atrás do brasileiro.

Publicidade
Publicidade