Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

No começo, a meta era alfabetizar. Agora tem kit escolar e informática

Foto/Divulgação
Antônio Albuquerque

O empresário Paulo Octávio surpreendeu um grupo de funcionários ao chegar na companhia do secretário de Educação Rafael Parente, a um de seus muitos canteiros de obras. Era a hora de encostar os equipamentos utilizados na construção de mais um prédio para receber em mãos kits escolares destinados aos filhos dos operários.

Essa ação social do Grupo Paulo Octávio teve início em 1980, com um programa de alfabetização dos trabalhadores nos canteiros de obras. Depois veio a iniciativa dos kits.

“Queremos fortalecer o papel dos pais nos estudos dos filhos, disse Paulo Octávio, lembrando que já há, também, oficinas com cursos de informática.  “O objetivo é sempre o progresso. Ajudar o elemento principal das nossas empresas no crescimento individual, profissional e da própria família”, pontuou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente