Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Tolerância zero com os bandidos, porque o lugar deles é na cadeia

Foto: Renato Alves/Palácio do Buriti
Bartô Granja

Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York que limpou os bandidos da cidade e superlotou cadeias, tem inspirado Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal, no quesito segurança. A partir de agora,  Brasília vive o clima de tolerância zero com criminosos. “Lugar de bandido é na cadeia”, disse o governador, ao lançar o programa S.O.S. Segurança para reduzir os índices de violência nas ruas da capital da República.

Ao menos na teoria, Ibaneis parece ir ao encontro dos anseios da sociedade. Está cumprindo promessas campanha, como a reabertura das delegacias 24 horas e construção de novas unidades em Taguatinga, Sobradinho e no Setor de Indústria e Abastecimento.

A sexta, 11, foi dedicada pelo governador à área de segurança. “Lugar de bandido é na cadeia. Cansei de andar nas ruas dessa cidade e ver as grades nas residências e comércios. Os cidadãos estão aprisionados e os bandidos nas ruas. Vou endurecer com os traficantes e todos os bandidos na nossa cidade”, frisou Ibaneis.

O governador também anunciou um convênio para o Projeto das Escolas Militares, uma das grandes apostas, a nível nacional, do presidente Jair Bolsonaro. Segundo Ibaneis, é preciso resgatar os valores cívicos para as crianças. De início, quatro escolas (Ceilândia, Recanto das Emas, Estrutural e Sobradinho) já funcionarão este ano com a participação da PM, em união com professores e com o sistema educacional.

Ibaneis Rocha pretende lançar ainda este mês concurso para recompor as forças de segurança. Segundo ele, na Polícia Militar hoje há um déficit de cerca de 7 mil policias. O mesmo problema acontece em todas as áreas da Polícia Civil, seja para agentes, delegados ou peritos. O Corpo de Bombeiros também terá seu efetivo ampliado.

Para reforçar o combate ao crime, o governador colocará à disposição das polícias Civil e Militar a defesa jurídica da Procuradoria do DF. “Todas as ações que tiverem participação das Forças terão a defesa do Estado. Eles agora vão trabalhar com segurança jurídica. Todos que agirem dentro da lei serão defendidos pelo DF”.

“A partir desse momento, vocês estão empoderados para devolver à sociedade a segurança necessária. Declaro aberto o SOS DF Segurança, que será um programa permanente e já está funcionando”, ressaltou Ibaneis aos seus comandantes da área de segurança. Ele especificou que o programa já esteve em três cidades do DF, realizando apreensões de armas e de drogas e cumprimento de mandados de prisões.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente