Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Trabalhar seis horas por dia, por quatro dias, e folgar três

Bartô Granja, Edição

Logo após sua nomeação, Sanna Marin propôs mudanças para a força de trabalho no país. Em particular, a política de 34 anos decidiu que uma semana de trabalho de 4 dias poderia ser introduzida no país, juntamente com um dia útil de 6 horas.

“Acredito que as pessoas merecem passar mais tempo com suas famílias, entes queridos, hobbies e outros aspectos da vida, como a cultura”, disse ela.

“Uma semana de trabalho de quatro dias, uma jornada de trabalho de seis horas. Por que não poderia ser o próximo passo? Realmente oito horas são a verdade suprema? – acrescentou Marin.

Segundo a CNBC, a Finlândia foi pioneira na introdução de horários de trabalho flexíveis. Em 1996, o governo introduziu uma lei que dava aos trabalhadores o direito de ajustar liberalmente seu horário de trabalho, mudando-o três horas para trás ou três horas à frente, em comparação com o tempo estabelecido pelo empregador.

Ao mesmo tempo, os vizinhos da Finlândia, os suecos introduziram um dia de seis horas em Gotemburgo em 2015. Como resultado do experimento, verificou-se que os moradores da cidade ficaram muito mais felizes, mas o orçamento regional sofreu .

Marin é muito popular em seu país e tem seguidores ávidos no Instagram, onde faz upload de selfies, incluindo fotos tiradas em elevadores e fotos fofas de família.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente