Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mulher

Trabalho, casa, filhos.. e a hora de refletir?

Vera Mesquita

Trabalho, casa, filhos, quem tem tempo para refletir? É tão raro encontrarmos um momento para olhar para dentro que, quando temos uns minutinhos, não sabemos muito bem o que fazer. Como avaliar uma vida que está no automático?

Se você também tem essa dúvida, tenho uma dica bem legal. São livros que funcionam como diários guiados, com perguntas e exercícios que nos ajudam a parar e olhar para os diferentes aspectos de nossa rotina e nossos sonhos.

Pode parecer estranho ter um desconhecido dizendo em que você deve pensar, mas os melhores insights vêm de onde a gente menos espera.

Existem três livros bem diferentes entre si, mas que funcionam para o mesmo propósito:

Uma Pergunta Por Dia, editora Intrínseca
Trata-se de um caderno em que você deve responder a uma pergunta por dia, como por exemplo: Sobre o que você mente? Ou O que você gostaria de esquecer? O mais legal do diário é que existe espaço para você responder a mesma pergunta durante cinco anos seguidos, assim você consegue comparar seus ideais e o seu crescimento.

As perguntas são curtas e você responde rápido, antes de dormir, por exemplo, mas algumas levantam questões mais profundas, nos trazem reflexões e ideias novas. Quando vemos, estamos olhando para dentro!

Start Where You Are, editora Perigee
Em um lado da página você encontra citações lindas escritas em aquarela. Do outro tem algum exercício de respiração ou reflexão. Esse é um diário para que você explore o seu lado mais íntimo. Seus medos, anseios e desejos mais profundos vem à tona conforme você preenche cada página desse tesouro.

Em um dia, por exemplo, o caderno pede que você escreva o que você gostaria de fazer, mas acha que é tarde demais. No outro, pede que pinte em um mapa todos lugares que gostaria de conhecer.

1 Página De Cada Vez, editora Paralela
Um caderno cheio de atividades inusitadas que nos fazem pensar e exercitar a criatividade. Um dos exercícios, por exemplo, é escrever o que te deixa inseguro com letras bem grandes, ocupando a página inteira. Depois, é só virar a página! Divertido e inusitado, esse caderno distrai e nos conecta ao mesmo tempo!

Seja através de um diário em branco, um caderno de exercícios ou sessões de terapia, quanto mais nos conhecemos e somos fiéis à nossa essência, mais felizes somos, pois conseguimos ir atrás do que realmente queremos e não viramos marionetes da sociedade. Vale a pena tentar!

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente