Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Tracker e Trailblazer, as novas apostas da GM

Foto/Divulgação
Mário Camargo

A Chevrolet divulgou na China o teaser de dois produtos que fazem parte da nova ofensiva da marca: Tracker e Trailblazer. Os dois SUVs serão apresentados oficialmente durante o Salão de Xangai, na China, a partir de 16 de abril.

Segundo o comunicado da GM, o novo Trailblazer – que nada tem a ver com o nosso derivado da Blazer – irá adotar um posto intermediário na gama da marca na China, abaixo do Equinox, que também é vendido no mercado asiático.

O novo Tracker já está confirmado pela GM Brasil para substituir o atual. Os dois farão parte da família de veículos desenvolvida sobre a nova plataforma global da GM. Além deles, estarão nessa base os novos Onix e Prisma, esse último já mostrado oficialmente em uma versão esportiva.

Os novos produtos são fruto de investimento de R$ 6,5 bilhões, metade dos R$ 13 bilhões anunciados em 2015. Além dos novos Onix, Prisma e Tracker, haverá uma picape de porte intermediário para brigar com a Fiat Toro e com a Volkswagen Tarok, que vem aí. Dessa plataforma vai surgir também a nova geração do monovolume Chevrolet Spin.

Nos 13 primeiros meses de produção serão lançados cinco tipos de carrocerias, seguidas por oito variações regionais, segundo a Chevrolet. Isso deve considerar diferentes tamanhos de sedãs para o mesmo mercado, como ocorre com Prisma e Cobalt no Brasil.

Segundo o presidente mundial da GM, Mark Reuss, os novos carros vão atender, além de Brasil e China, a outros 40 mercados, entre eles toda o mexicano – além de outros países da América do Sul.

“Os novos modelos vão oferecer visual atrativo, elevada eficiência energética e excelente dirigibilidade, além das mais avançadas tecnologias de conectividade e segurança, muitas delas inéditas em seus respectivos segmentos”, antecipa Reuss.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente