Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Olha a máscara

Transmissão da Covid atingiu limite no Brasil

Publicado

Foto/Imagem:
Antônio Albuquerque, Edição

A transmissão comunitária da covid-19 permanece em níveis “extremamente altos” em quase todo o Brasil, um sinal de que a pandemia do novo coronavírus segue descontrolada no país, segundo um mapa inédito feito por pesquisadores da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

Com base em dados do SIVEP-Gripe, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe do Ministério da Saúde, e estimativas corrigidas, eles observaram a evolução do número de hospitalizações por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) por data dos primeiros sintomas e constataram que na semana iniciada em 7 de junho, a transmissão comunitária do vírus está “extremamente alta” em todas as Unidades da Federação, com exceção de Roraima e Espírito Santo. Nesses dois últimos, “muito alta”.

Isso quer dizer, segundo Leonardo Bastos, estatístico e pesquisador em Saúde Pública do PROCC (Programa de Computação Científica da Fiocruz (Procc/Fiocruz), os 24 Estados e o Distrito Federal têm uma taxa superior à de 10 hospitalização por cada 100 mil habitantes, “valor referência de algo extremamente alto”, diz ele em sua conta oficial no Twitter.

“Muitos estão bem acima, e já estiveram pior”, acrescenta.

Chama-se “transmissão comunitária” a ocorrência de casos sem vínculo a um caso confirmado, em área definida. Ou seja, quando não é mais possível rastrear qual a origem da infecção, indicando que o vírus circula entre as pessoas, independente de terem viajado ou não para o exterior.

Publicidade
Publicidade