Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saúde

Tratamento com argila rejuvenesce a pele

Ricardo Sturk

De todas as formas alternativas de tratamento, a argiloterapia é uma que tem ganhado cada vez mais espaço, principalmente nos centros de estética. Mas o seu uso vai além disso. Também existem pessoas que estão utilizando a argila até mesmo como tratamento complementar para problemas como digestão, processos de cicatrização e outras doenças.

A argila pode ter diversos fins terapêuticos por causa de sua composição. Ela possui cobre, que faz bem para a pele; selênio, que é um antioxidante natural; silício, que também pode ajudar em tratamentos para a pele; zinco, um elemento que pode ajudar nos processos de cicatrização; magnésio, que também tonifica a pele; manganês, mais um elemento essencial para a boa saúde da pele; e ferro, que faz bem para o sistema circulatório.

De acordo com a composição da argila, ela pode ter uma coloração diferente. Mas fique atento a essa coloração natural, o que é bem diferente das argilas de baixa qualidade que são coloridas artificialmente. Por isso, de acordo com a sua necessidade, você pode procurar uma argila de uma cor específica.

Veja abaixo os tipos de argila e como elas podem te ajudar:

Argila branca
Não possui restrições de uso e tem uma boa concentração de alumínio magnésio em sua composição. É boa para tratamentos que lidam com a oleosidade da pele e também pode ajudar até mesmo a clareá-la.

Argila preta
Também não possui contraindicações para uso. Além de tratamentos para a pele, a argila preta também pode ser utilizada no combate ao estresse e em tratamentos que precisem de um anti-inflamatório natural. Também é utilizada em tratamentos para problemas como insônia e ansiedade.

Argila vermelha
É uma argila rica em óxido de ferro, cobre e silício. É muito utilizada contra o envelhecimento da pele, mas não é recomendada para quem possui a pele muito sensível. Ela estimula o sistema circulatório onde é utilizada e também pode acelerar o metabolismo.

Argila rosa
Assim como a argila vermelha, é um tipo de argila boa para combater o envelhecimento da pele. Mas, ao contrário da outra, essa é indicada para quem tem a pele sensível.

Argila roxa
Para peles sensíveis, além da argila rosa, a argila roxa também é muito recomendada. Ela ajuda a melhorar a textura e firmeza da pele, pois é rica em magnésio. Pode ser uma boa opção para alérgicos.

Argila dourada
É recomendada para clarear a pele. É rica em cobre e silício e, em alguns casos, pode ter um efeito até mais rápido que outros tipos de argila.

Antes de tentar utilizar alguma argila, converse com algum especialista sobre o assunto. Esse artigo tem como finalidade informar, mas não substitui a opinião de um profissional da área. Portanto, sempre busque informações com alguém qualificado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente