Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mundo

Trump quer lei mais dura para posse de armas

Bartô Granja, Edição

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu aos parlamentares democratas e republicanos que incluam antecedentes “fortes” para a compra de armas de fogo em um projeto de lei de reforma da imigração, depois que dois tiroteios abalaram os EUA no fim de semana.

Em Twitter nesta segunda, 5, ele foi categórico: “Republicanos e democratas devem se unir e conseguir verificações fortes de antecedentes, talvez ampliando a legislação com uma reforma imigratória desesperadamente necessária. Precisamos que algo bom, se não grande, saia desses dois trágicos eventos!”

Um homem matou 20 pessoas em um shopping em El Paso no sábado, deixando 26 feridos. As autoridades acreditam que o massacre tenha sido um ataque aparentemente motivado por motivos raciais, já que o suspeito teria publicado um manifesto contra imigrantes e alvejado civis em uma cidade dos Estados Unidos na fronteira mexicana.

Em um ataque separado em um distrito de vida noturna em Dayton, Ohio na noite de sábado, um homem armado matou 9 pessoas e feriu 27 outras antes de ser morto a tiros pela polícia. Seus motivos ainda não estão claros; a polícia diz que a irmã do suspeito estava entre as vítimas.

Trump, que está decidido a fazer uma declaração para a imprensa na Casa Branca no final do dia, já reconheceu que “talvez algo mais tenha que ser feito” no que diz respeito ao controle de armas, mas não discutiu idéias específicas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente