Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Mulher

Um homem e uma mulher ditarão regras anticrise

Carolina Paiva

O Tarô, ao lado da Astrologia, uniu-se à ciência no enfrentamento ao novo coronavírus. Empregado também no campo da Psicologia, com o aval de de Carl Jung, esse jogo de cartas ganhou expressão nas mais diversas áreas, e não apenas do Esoterismo. Selecionadas durante uma sessão, entre cinco e sete cartas do baralho, de um total de 78, são colocadas sobre a mesa. É um ritual que exige principalmente concentração. E que sinaliza o que está por vir.

Najla Seabra, uma das mais respeitadas tarólogas de Brasília, estreia neste domingo, 26, em Notibras. Das cinco cartas que ela tirou, há mensagens de otimismo, mas a preocupação, de uma maneira geral, será reinante. Na semana de 27 de abril a três de maio, diz ela, os obstáculos serão grandes nos campos político e econômico, com reflexos diretos sobre a sociedade.

Porém, segundo a taróloga, as pedras que surgirão em nosso caminho deverão ser retiradas com esforço e determinação. Haverá sacrifício, mas os objetivos mais íntimos poderão ser alcançados com sucesso. E tem muito a ver com as forças de um homem e uma mulher, que usarão mão-de-ferro para colocar ordem na casa. Palavras chaves vão marcar a semana com as cartas Pressentimento, Comunhão, Peregrinação, Azar e Impedimentos.

Veja a seguir o que dizem s cartas do Tarô de Najla para a semana de segunda (27) a domingo (3):

Pressentimento 40 – Mostra o conhecimento antecipado do que está por vir. Estamos fora do nosso ambiente, mas ampliando nossa percepção sobre a realidade, dos sentimentos em relação aos outros e a nós mesmos. Mostra uma grande sensibilidade e tendência de sentir-se fragilizado, sentindo melhor o que as pessoas e eventos significam para você.

Comunhão 63 – É o encontro do divino com o humano. Mostra as diferentes energias que nos ajudam na procura do nosso Eu interior e também um homem e uma mulher em uma união sólida e equilibrada. Estamos encontrando pessoas que estão dando oportunidades para transformar ideias em ideais. Mostra o nosso valor na realização pessoal se centrando onde poderá crescer.

A Peregrinagem 56 – É o viajante que percorre o caminho maltratado buscando aquilo que perdeu ou que os outros acharam. Mostra a própria redenção. Siga seu caminho com coragem para chegar ao destino final.

O Azar 69 – Mostra que não podemos vencer a própria natureza. Uma pessoa desorientada que precisa de luz própria ficando cheia de incerteza e insegurança. Desperte seu objetivo e pense quando for agir. Várias situações estão acontecendo ao mesmo tempo. Algumas delas, podem trazer a solução para os nossos problemas.

Impedimentos 31 – Nesta carta, aparecem vários obstáculos que temos no nosso caminho e nos fazem desistir dos nossos objetivos. É necessário compreender que os obstáculos encontrados são uma resposta que encontramos dentro de nós mesmos. Devemos pensar mais positivamente e deixar a dor de lado.

Quem é
Najla Seabra, quando criança, costumava brincar no escritório do avô Geraldo Seabra. “Ele era um bruxo, mas não igual aqueles dos desenhos e filmes. Era um bruxo de verdade”, recorda a taróloga.

“Sobre sua mesa de escritório, ficavam todos os seus adereços místicos. Ele tinha o I Ching e ao lado uma agenda, onde fazia suas anotações, Tarô (vários e de temas diferentes), o mapa astrológico de algum cliente, seus Florais De Bach, algumas velas e sua incrível apostila do Colégio dos Magos…”

Em suas brincadeiras constantes, conta Najla, “fingindo que era ele, encontrei seu tarô mitológico. Foi então que desejei ser igual a ele quando crescesse. Nos meus 13 anos – número cabalístico, registre-se -, vovô viu que eu tinha um grande potencial para o Tarô e me deu de presente seu baralho cigano”.

“Ah!”, acrescenta, com um sorriso largo no rosto, “como fiquei feliz naquele dia. E desde então comecei a estudar o Tarô, auxiliar as pessoas na busca do seu seu ‘Eu’ interior e hoje estou aqui, jogando as cartas, desvendando os mistérios que a vida nos reserva”.

Os desafios são grades, admite Najla. “Estamos passando por dias difíceis e tendo que lidar com nós mesmos e descobrindo o outro. Então esse é o meu jogo de boas vindas, um novo tempo, um novo desafio e uma nova descoberta”.

Serviço
Telefone: 61 9 9811-1496
Email: [email protected]
Instagram: @najla.seabra

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente