Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Vacina custa até 120 em clínica. No posto é de graça

Foto/Arquivo Notibras
Carolina Paiva, Edição

O Ministério da Saúde está fazendo um apelo ao brasileiro para que não deixe de comparecer a partir desta quarta-feira, 10, a um posto de vacina. É o início da guerra para combater a gripe, que assola milhões de pessoas todos os anos. O público-alvo inicial são as crianças de 1 a menores de 6 anos de idade, gestantes e mulheres com menos de 45 dias após o parto. Outros grupos (como os idosos) serão vacinados a partir do dia 22.

Um detalhe que chama a atenção: na rede pública, a vacinação é gratuita. Eventualmente é previso ter paciência para enfrentar uma pequena fila. Já em laboratórios e clínicas particulares, a mesma vacina pode custar até 120 reais.

A vacina é para imunizar contra o vírus H1N1.  A vacina deve ser tomada todos os anos para garantir a proteção contra os vírus que estão em circulação. A campanha será encerrada no dia 31 de maio.

O governo federal enviou aos estados 63,7 milhões de doses da vacina. A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose.

Fazem parte desse grupo os trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente