Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Bizu

Valeixo solta bomba do caso Moro na rampa do Planalto

Pretta Abreu

O delegado Maurício Valeixo foi demitido ‘a pedido’ do comando da Polícia Federal. Motivo: o presidente da República precisava colocar no posto alguém com quem tivesse ‘mais afinidade’. A demissão ‘a pedido’ foi comunicada por Jair Bolsonaro em telefonema ao próprio Valeixo. Não houve, portanto, nenhum pedido de demissão. O presidente fez valer o ‘eu quero’. E pronto. Essa é a bomba jogada na rampa do Palácio do Planalto por Maurício Valeixo, durante depoimento sobre os motivos que o levaram a deixar a direção-geral da PF e a consequente saída do governo do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. As afirmações de Valeixo representam mais lenha na fogueira da crise política que sacode Brasília desde meados de 22 de abril. Nas entrelinhas do depoimento, ficou uma certeza: Bolsonaro usou a crise com Valeixo para atingir diretamente Moro, forçando, consequentemente, o pedido de demissão do ex-juiz da Lava Jato.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente