Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Versão 2021 do Honda WR-V tem muita novidade

Antônio Albuquerque, Edição

O Honda WR-V chega à linha 2021 com visual repaginado, mais itens de segurança e nova versão de acabamento, LX, com preço a partir de R$ 83.400. Entre as principais novidades, finalmente o modelo ganhou controles de estabilidade e tração, além de assistente de partida em rampa em todas as versões.

Também em relação à segurança, agora há alerta de frenagem de emergência. As vendas começam no mês que vem. Na opção de topo da linha, EXL, a tabela começa em R$ 94.700.

No visual, o compacto desenvolvido no Brasil ganhou nova grade dianteira com acabamento preto brilhante e barra cromada mais afilada. Os faróis foram redesenhados e e têm luzes de LEDs nas versões EX e EXL. O para-choque da frente também é novo, assim como as molduras das luzes de neblina, que passaram a ser de LEDs.

Atrás, as lanternas têm novo grafismo e iluminação de LEDs nas versões mais caras. A barra sobre a placa de identificação, que era cromada, passou a ser da mesma cor da carroceria. O para-choque cresceu 67 milímetros. O objetivo é aumentar a área de proteção para a tampa do porta-malas.

Essa solução já havia sido adotada no Fit, modelo do qual o Honda WR-V deriva. Nas laterais, o destaque são as rodas, que ganharam novo acabamento, mas continuam sendo de liga leve de 16 polegadas.

Por dentro
Da porta para dentro, painel e volante receberam novos materiais, com destaque para o uso de plásticos em preto brilhante. O revestimento de couro é visto apenas na versão EXL.

Desde a versão de entrada LX, o Honda WR-V tem volante com regulagem de altura e profundidade e ajuste de altura do banco do motorista. Há ainda ar-condicionado, direção com assistência elétrica e câmera na traseira. O modelo tem também comando elétrico para vidros e retrovisores e sistema de áudio com Bluetooth.

No modelo intermediário, EX (R$ 90.300), o WR-V acrescenta sistema digital e automático para o ar-condicionado, controlado na tela sensível ao toque, e central multimídia também sensível ao toque de 7 polegadas. Há ainda conectividade com Apple CarPlay e Android Auto. Volante revestido de couro e controlador de velocidade também estão na lista.

O modelo traz ainda aletas no volante para trocas manuais de marchas no câmbio CVT, sensores de obstáculos atrás e sistema de áudio com dois tweeters e quatro alto-falantes.

A versão topo de linha EXL (R$ 94.700) tem adicionalmente bancos revestidos de couro, navegador GPS integrado ao sistema multimídia, sensores de obstáculos também na frente e espelho interno fotocrômico.

O motor 1.5 flexível de 116 cv e 15,3 mkgf de torque permanece inalterado. De acordo com a marca, também não houve modificação nas suspensões e no câmbio CVT do WR-V. A garantia continua de 3 anos, sem limite de quilometragem. A meta da marca é emplacar 1.000 unidades por mês. O WR-V concorre com modelos como o Ford EcoSport e o novo VW Nivus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente