Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Voluntários da Cufa doam sangue a quem precisa

Carolina Paiva, Edição

A Central Única das Favelas do Distrito Federal promoveu nesta terça, 27, ação em parceria com a Fundação Hemocentro de Brasília, com 12 voluntários moradores do Gama fazendo doação de sangue. A pandemia do coronavírus causou um grande impacto nas reservas de bancos de sangue, por isso, de acordo com o presidente da Cufa DF, Bruno Kesseler, a ação “Sangue Bom” visa amenizar a situação e incentivar a doação de sangue entre líderes comunitários e moradores das favelas e quebradas.

Segundo a fundação, os estoques dos tipos O positivo e O negativo estão baixos e as doações precisam ser constantes para evitar a oscilação dos estoques, que afeta a distribuição dos hemocomponentes aos hospitais

A presidente do Hemocentro, Bárbara Simões, alerta que as pessoas só devem sair de casa para o essencial, porém, destaca que as doações devem continuar.

“Precisamos ter consciência de que doar sangue é essencial, porque não existe nada que possa substituí-lo. Neste momento de pandemia, como a demanda por sangue não diminuiu, é importante que as doações também não diminuam. O Hemocentro segue adotando medidas de prevenção ao novo coronavírus, como o agendamento obrigatório das doações. ”

Sobre a ação, Bárbara destaca que “a organização de pequenos grupos de doação é importante para que o Hemocentro continue desempenhando seu papel durante a pandemia. Com as campanhas de doação, conseguimos mobilizar várias pessoas ao mesmo tempo, encorajando até mesmo aqueles que tinham medo de doar”.

Este foi apenas o primeiro grupo impulsionado pela Cufa-DF a fazer doações em conjunto. Até julho, voluntários de diversas RAs ainda irão contribuir com a campanha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente