Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Ah, esses hóspedes

Vontade é grande, mas levar ítens de hotel é feio

Publicado

Foto/Imagem:
Sandro Kurovski/Via Melhores Destinos - Foto Reprodução

É bem provável que você já tenha levado para casa um tubinho de shampoo, um hidratante ou até mesmo um sabonete de algum hotel no qual ficou hospedado. Realmente alguns itens estão inclusos no valor das diárias e ninguém vai se importar se você “surrupiar” na hora de fazer a mala para o check-out, mas tem gente que passa dos limites! Toalhas, roupões, lâmpadas, objetos de decoração e até as pilhas do controle remoto estão entre as “recordações” levadas por hóspedes na bagagem.

O site Wellness Heaven entrevistou centenas de hoteleiros ao redor do mundo para saber quais os objetos mais roubados de seus estabelecimentos e, ao conversar com gerentes de diversos hotéis durante nossas andanças pelo Brasil, pudemos confirmar os 10 itens mais cobiçados pelos hóspedes “cleptomaníacos”. Fique atento à lista para não passar por nenhum constrangimento ou até acabar indiciado por furto em sua próxima viagem!

1 – Toalha de piscina
Não é a toa que muitos hotéis restringem o uso desse tipo de toalha à área da piscina. Geralmente elas são maiores e mais bonitas que as do quarto, então não é de estranhar que alguns hóspedes se apeguem tanto a elas – às vezes até demais. Se você gostou muito da toalha pergunte se é possível comprar uma ou peça o contato do fornecedor.

2 – Toalha do quarto
Quanto mais fofa e absorvente, maior a chance da toalha do quarto acabar “abduzida” por alguém. Por mais que o hotel tenha muitas delas, a falta pode ser percebida rapidinho e cobrada no final da estadia.

3 – Roupões
Cliques com roupões e uma taça de espumante na mão fazem sucesso nas redes – e deixam todo mundo com inveja no grupo da família no Whatsapp –, mas a lembrança deve ficar apenas nas fotos. Alguns hotéis, inclusive, deixam uma etiqueta com o preço estampado para quem quiser levar um roupão para chamar de seu (de forma legal).

4 – Travesseiro e almofadas
Algumas pessoas não dormem muito bem longe do seu travesseiro, já outras gostam tanto dos que são oferecidos pelo hotel que não conseguem mais viver sem eles. Já aconteceu com você?

5 – Pilhas de controle remoto
Tudo bem que pilhas são sempre úteis e costumam acabar justo nas piores horas – de preferência tarde da noite ou no final de semana – , mas quem faz isso definitivamente não vai pro céu! Sem falar daqueles que levam até o controle remoto, sem comentários…

6 – Copos e talheres
Deve ser por isso que muitos hotéis só deixam copos descartáveis no quarto e cobram aluguel dos talheres quando você pede delivery. Levar a louça alheia não deve trazer boa sorte no restante da viagem…

7 – Chinelos
Alguns hotéis oferecem chinelos estilo Havaianas para serem usados no quarto ou na área da piscina, mas a não ser que algum aviso sinalize o contrário, eles não devem ser lavados para casa. A exceção é para itens como chinelos e pantufas descartáveis. Na dúvida, não hesite em ligar para a recepção para perguntar.

8 – Lâmpadas
Realmente alguns hotéis capricham na iluminação, mas daí querer levar as lâmpadas embora já extrapola os limites, não acha? Deixe-as onde encontrou para não deixar o próximo hóspede no escuro.

9 – Objetos de decoração
Vasos, quadros, esculturas, livros, enfeites… a lista de crimes aqui é bastante extensa. Não perdoam nada!

10 – Cobertores e roupa de cama
Não sei nem o que dizer sobre esses itens, mas uma coisa é certa: quem furtar isso tem grandes chances de acabar em maus lençóis, com perdão do trocadilho. São itens de fácil controle e as camareiras são orientadas a indicar qualquer anormalidade.

Objetos inusitados
E a lista não para por aí, há registros de furto de itens como rádio relógio, secador de cabelo, chaleira elétrica, máquina de café, Bíblia de cabeceira, chuveiro, tampa do vaso sanitário, cortinas, colchão e até da TV do quarto!

Talvez um dos casos mais inusitados seja de um hotel na Itália que teve um piano de cauda levado do lobby. Três desconhecidos vestindo macacões simplesmente carregaram o instrumento e ele nunca mais foi visto.

Em um hotel da Áustria foram levados os bancos de madeira da sauna. E até os números da porta já desapareceram misteriosamente em algumas hospedagens.

Afinal, o que pode levar do hotel?
Tudo bem que você queira fazer valer cada centavo das diárias e aproveitar ao máximo o hotel, mas é preciso ter bom senso nessa hora para não se tornar um criminoso.

Um ótimo jeito de evitar constrangimentos é seguir duas regras básicas: Primeira – tudo o que for reutilizável pertence ao hotel e não pode ser levado para casa.
Segunda – na dúvida, pergunte.

Shampoo e outras amenidades
Se estiverem em potinhos pequenos e de plástico pode levar sem problema, eles estão ali para você usar. Mas quando o hotel coloca essas coisas em potes grandes fixos na parede, ou recipientes de vidro, significa que estão ali para serem usados apenas durante a sua estadia.

Itens do frigobar
Podem ser levados se você quiser, mas serão descontados do seu cartão de crédito. Alguns itens às vezes são oferecidos como cortesia; recentemente me hospedei em um hotel que incluía duas águas e um mini espumante nas diárias. Geralmente isso é informado no check-in ou através de bilhetes no quarto.

Canetas e blocos de anotação
Canetas com o nome do hotel podem e devem ser levadas como souvenir. Elas fazem parte do material promocional, assim como os blocos de anotação. Mas se houver uma caneta mais incrementada no quarto ou presa por uma cordinha, é melhor deixar ela lá.

Chás, cafés e saquinhos de açúcar
Esses são itens deixados no quarto para você consumir, então pode levar. Mas não exagere, alguns hotéis oferecem caixas com uma grande variedade de chás e, mesmo que você não seja cobrado por isso, levar tudo é uma tremenda falta de educação.

Pantufas
Se elas forem descartáveis não tem problema, mas muitos hotéis utilizam pantufas laváveis que não são brinde. Na dúvida, pergunte sempre na recepção.

Vale lembrar que furto é crime punível até com prisão, não só no Brasil. Em outros países, inclusive, as penas podem ser ainda mais severas. Levar algo indevidamente pode gerar sérias complicações. Não é porque estamos pagando as diárias que temos direito de fazer a limpa no quarto hein?

Publicidade
Publicidade