Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Pé no freio

Washington rejeita novo pedido de armas de Taiwan

Publicado

Foto/Imagem:
Bartô Granja, Edição - Foto de Arquivo

Os Estados Unidos rejeitaram vários pedidos recentes de Taiwan para comprar armas incapazes de ajudar a repelir uma suposta invasão chinesa. A informação é atribuída a líderes empresariais taiwaneses, após reunião de Mira Resnick, vice-secretária de Estado adjunta dos EUA para Segurança Regional no Bureau de Assuntos Político-Militares, com membros do Conselho Empresarial EUA-Taiwan.

“Eles afirmaram que o governo Biden não apoiará mais programas de venda de armas para Taiwan fora de sua definição de defesa ‘assimétrica’”, disse o colegiado de empresários. “Além disso, eles estavam procurando sugestões sobre maneiras de melhorar o processo para agilizar a entrega de armas já compradas a Taiwan.”

Algumas das armas recusadas incluem helicópteros caçadores de submarinos MH-60R Seahawk, aeronaves de alerta antecipado avançado E-2D Hawkeye e peças de artilharia autopropulsadas M109 Paladin.

Em vez disso, os EUA querem que os militares taiwaneses se concentrem em sistemas pequenos e mais móveis, como mísseis antiaéreos Stinger lançados pelo ombro e mísseis antitanque Javelin. Washington também pressionou Taipei a aumentar seu treinamento de reservistas e criar uma força de defesa civil capaz de mobilizar a população rapidamente.

“Estamos nos apoiando neles de uma maneira que não fizemos no passado, de uma maneira que nos esforçamos para não fazer”, disse Aaron Friedberg, professor de política e assuntos internacionais em Princeton, presente à reunião.

Publicidade
Publicidade