Dutch  English  French  German  Italian  Portuguese  Russian  Spanish

Handebol usa sangue novo e chama Bruna de Paula para disputar o Mundial na Sérvia

Bruna de Paula, de apenas 19 anos, é a grande novidade na convocação da seleção brasileira feminina de handebol para o Mundial da modalidade, que vai acontecer em dezembro. O técnico Morten Soubak divulgou a lista nesta segunda-feira e manteve a base campeã mundial na Sérvia, há dois anos, renovando apenas o banco de reservas e deixando de fora as atletas machucadas: Mayara Moura e Deborah Hannah.

A ausência mais sentida é da ponta Samira, que teve participação ativa na campanha do título de 2013. De resto, todas as jogadoras que mais atuaram no Mundial passado estarão na disputa pelo bi: as goleiras Babi e Mayssa, as pontas Alexandra, Fernanda e Jéssica, as armadoras Duda e Deonise, a central Ana Paula e as pivôs Dani Piedade e Dara.

Se em 2013 a base da seleção estava toda no Hypo Nö, da Áustria, clube com o qual a Confederação Brasileira (CBHb) mantinha convênio, agora o time com mais convocadas é o CSM Bucareste, da Romênia, de Mayssa, Fernanda, Deonise e Ana Paula. Também chama a atenção o fato de quatro das convocadas atuarem em clubes brasileiros – eram só duas em 2013.

A caçula da equipe, Bruna de Paula, é uma dessas atletas que militam no País, defendendo as cores da equipe de São José dos Campos (SP). “A Bruna é uma menina muito jovem, que vem do Mundial Juvenil e Júnior do ano passado. Tem um ataque muito efetivo e é uma atleta diferenciada”, elogiou Morten.

O treinador dinamarquês, entretanto, não conta com força máxima. As centrais Mayara Moura e Deborah Hannah ainda se recuperam de lesões e não foram chamadas. “Infelizmente, temos sofrido com algumas lesões no último ano, inclusive da Duda que já retornou e está bem. Mas ainda temos algumas atletas em recuperação. Espero que possamos contar com elas em breve.”

De acordo com a CBHb, Morten irá convocar “em breve” a 16.ª jogadora da equipe que vai ao Mundial. A entidade não explicou se Mayara e Deborah ainda podem ser chamadas. Dentre as atletas que usualmente são convocadas, também chama a atenção a ausência da armadora Jaqueline Anastácio, que só não foi ao Mundial de 2013 porque estava machucada.

O Brasil estreia no Mundial no dia 5 de dezembro, contra a Coreia do Sul, em Kolding. Depois, a seleção joga diante de Congo (dia 7), Alemanha (8), Argentina (9) e França (11). Antes da viagem à Dinamarca, a equipe joga um quadrangular amistoso em Brasília, contra Argentina, Eslovênia e Sérvia.

CONFIRA AS CONVOCADAS:

GOLEIRAS – Bárbara Arenhart “Babi” (Nykobing F. Handboldklub – Dinamarca) e Mayssa Pessoa (CSM Bucareste – Romênia).

PONTAS – Alexandra Nascimento “Alê” (Baia Mare – Romênia), Célia Costa (Metodista/São Bernardo), Fernanda França (CSM Bucareste) e Jéssica Quintino (MKS Selgros Lublin – Polônia).

ARMADORAS – Amanda Andrade (UnC/Concórdia), Bruna de Paula (São José dos Campos), Deonise Fachinello (CSM Bucareste) e Eduarda Amorim “Duda” (Györ Audi ETO – Hungria).

CENTRAIS – Ana Paula Rodrigues (CSM Bucareste) e Francielle Gomes da Rocha “Fran” (Vegus/Guarulhos – SP).

PIVÔS – Daniela Piedade “Dani” (Siófok KC – Hungria), Fabiana Diniz “Dara” (BBM Bietigheim – Alemanha) e Tamires Morena (Mosonmagyaróvári – Hungria).

estadao

COMPARTILHE