Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Aécio faz intervenção branca no DF para evitar ovo choco tucano

Publicado

Foto/Imagem:


O PSDB de Brasília, dirigido provisoriamente pelo ex-ministro Eduardo Jorge, acaba de sofrer uma intervenção branca.  A Executiva Nacional decidiu atribuir a um grupo de tucanos de outras plagas a definição de um nome para disputar o Palácio do Buriti diretamente ou compor aliança com o PPS de Eliana Pedrosa e o Democratas de Alberto Fraga.

Coube ao senador Aécio Neves, presidente da legenda e virtual candidato à sucessão de Dilma Rousseff, indicar, em ato tornado público nesta segunda-feira 17, o nome do senador paraibano Cássio Cunha Lima para presidir o ‘grupo de trabalho’ encarregado de definir os rumos que os tucanos brasilienses irão tomar.

A Comissão tem um prazo de 15 dias, contados a partir do último dia 13, para analisar o quadro político na capital da República e indicar alternativas para o posicionamento partidário com vistas as eleições de outubro. Além de Cássio Cunha Lima, compõem o grupo os deputados Bruno Araújo, Carlos Sampaio e Nilson Leitão.

Ao aprovar a medida, um tucano de alta plumagem do Distrito Federal justificou o ato de Aécio Neves, dizendo que a maior preocupação do partido é evitar o lançamento de um candidato ‘choco’ para o Palácio do Buriti. Os nomes que disputam a indicação da legenda para compor a chapa majoritária com PPS e DEM são os dos deputados Luiz Pitiman e Izalci Lucas, e do empresário Márcio Machado.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade