Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

AeroMobil tira Jetsons da telinha e cria veículo para a terra e o ar



Parece cena do filme futurístico, do tipo Família Jetsons, seriado que fez sucesso na telinha da TV durante muitos anos. A verdade é que a ficção vira realidade mais uma vez, com a possibilidade de encontrarmos já em 2016 carros voando por aí. Pelo menos é o que acredita a empresa eslovaca AeroMobil, que criou o protótipo de um carro-voador, apresentado no “Festival de Pioneiros” em Viena. As informações são do IFL Science.

O modelo é um híbrido de carro e aeronave, chamado AeroMobil 3.0. Segundo a empresa, o modelo comercializado teria a capacidade de transportar duas pessoas, chegar a uma velocidade de 160 km/h na terra e 200 km/h no ar. Além disso, ele funcionaria a gasolina para que pudesse ser abastecido em postos regulares  e, segundo seus criadores, poderá pousar em pistas curtas, dispensando o uso de aeroportos.

Apesar de o protótipo ter sido criado e de a empresa acreditar que ele poderia ser comercializado em apenas 2 anos, ainda há muitas questões a serem resolvidas – como a necessidade de dinheiro suficiente para iniciar a produção em massa do veículo (embora a empresa ter um possível  apoio da União Europeia). Há também a questão de que AeroMobil ainda tem de obter a aprovação regulamentar para a circulação dos carros-voadores e outros problemas técnicos.

Caso eles consigam resolver esses obstáculos, o veículo poderá ser vendido com a apresentação de uma licença de piloto de esporte e, claro, centenas de milhares de dólares.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente