Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Ataques a igreja de gays deixam Ratinho e SBT R$ 75 mil mais pobres



Ratinho extrapolou. E o SBT, emissora de Sílvio Santos onde o comunicador apresenta o seu programa, por solidariedade, foram condenados pelo Superior Tribunal de Justiça a pagar uma indenização de R$ 150 mil ao pastor chileno Victor Orellana, fundador da Igreja Acalanto, a primeira voltada ao público homossexual no Brasil. As informações são d’O Fuxico.

A briga entre o evangélico e a emissora é antiga e o processo vem se arrastando há vários anos. Em 2003, Ratinho mostrou imagens feitas por câmera escondida de um culto na tal igreja e afirmou, enquanto mostrava as gravações, que a igreja era frequentada por “viadinhos” e “viados” e que não tinha filial, mas “viadal”.

A emissora e o apresentador, condenados a pagar cada um R$ 75 mil reais a Orellana por danos morais, queriam reduzir o valor da indenização e já entraram com recursos duas vezes.

Em 2011, o desembargador Fábio Quadros determinou que não foi ofensivo o o uso da palavra “gay”, mas “o escárnio”, a “chacota” e o “tratamento chulo e depreciativo sobre a fé professada pelo autor”, o que extrapolou o direito à liberdade de expressão de Ratinho.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente