Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Galo de fora não canta em poleiro alheio; o da Colômbia vence por 1×0



O Atlético-MG entrou com uma proposta clara no Estádio Atanasio Girardot: sair sem levar gols. Mas, retraído na defesa o tempo todo, o time comandado por Paulo Autuori não obteve sucesso no seu planejamento e foi derrotado por 1 a 0 pelo Atlético Nacional na noite desta quarta-feira apesar da grande atuação de Victor, em confronto válido pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Cárdenas foi o responsável por furar o bloqueio dos mineiros já nos acréscimos do segundo tempo.

Com a derrota pelo placar mínimo, o Atlético-MG precisará no mínimo repetir o placar desta quarta-feira no próximo dia 1º de maio, às 19h15 (de Brasília) na Arena Independência, para avançar na competição continental nas cobranças de pênaltis. Para se classificar às quartas de final do torneio, o clube mineiro precisará vencer por dois gols de vantagem.

Victor começou a brilhar aos 27min do primeiro tempo, quando espalmou um cruzamento malfeito por Mejía da esquerda, se levantou e logo na sequência teve que defender uma cabeçada à queima roupa de Cárdenas, salvando o Atlético. Os colombianos continuaram a pressionar e, aos 32min, exigiram nova grande defesa do arqueiro brasileiro, que se esticou para pegar um chute no contrapé de Bocanegra.

Aos 40min, Ronaldinho cobrou falta na área, a zaga agastou mal e Diego Tardelli emendou de primeira, errando por pouco o gol defendido por Armani.

A situação não mudou no segundo tempo. Os donos da casa começaram partindo para cima e por pouco não saíram na frente. Desta vez, a zaga do Atlético-MG impediu que Valencia marcasse de letra, após cruzamento de Bernal.

Acuado na sua retaguarda, o Atlético-MG teve uma grande oportunidade de marcar aos 21min, quando Victor lançou diretamente para Jô, que ganhou do zagueiro, avançou até a intermediária e, com apenas um defensor na sua frente, errou o passe que deixaria Diego Tardelli cara a cara com o goleiro Armani.

O arqueiro colombiano foi obrigado a trabalhar aos 40min, quando os brasileiros conseguiram construir uma rara jogada de ataque concluída com força de dentro da área por Marion, que exigiu que Armani se esticasse para evitar o potencial gol da vitória atleticano. Quando o empate parecia garantido, Cárdenas acertou um belo chute de pé esquerdo da entrada da área já nos acréscimos e decretou a vitória dos donos da casa.

A próxima partida do Atlético-MG será neste domingo às 18h30, em Porto Alegre. O time mineiro enfrentará o Grêmio na Arena em confronto válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente