Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Esportes

Button vê carros devagar e teme pelo sucesso da Fórmula Um



Passando por uma das maiores mudanças dos últimos anos, a Fórmula 1 ainda tem seu futuro desconhecido. Enquanto as equipes trabalham para aperfeiçoar o desempenho dos carros na pista, alguns pilotos não mostram tanta confiança para o desenvolvimento dos novos modelos, como é o caso de Jenson Button, que acredita que o ritmo dos atuais carros deixará a competição parecida com a GP2.

“Os carros vão ser muito próximos aos da GP2 neste início de ano em vários aspectos. Seremos rápidos, mas não muito. Este foi o primeiro teste com os novos pacotes. A evolução vai ocorrer”, afirmou Button.

Criada em 2005, a GP2 sucedeu a Fórmula 3000 e a Fórmula 2 e passou a ser considerada a principal categoria de acesso à Fórmula 1. Apesar de acreditar em um início parecido das duas modalidades e de que o novo carro da F-1 continuará mais lento, o piloto da McLaren apontou que as diferenças entre as duas modalidades devem começar a aparecer após as primeiras atividades.

“No ano passado, com algumas novas regras, as diferenças entre os tempos do primeiro teste para os da primeira corrida já foram notáveis. Desta vez, porém, a melhora nos carros deve ser gigantesca. Os pilotos vão ser muito mais rápidos e, em questão de três corridas, vão melhorar ainda mais. No final do ano, creio que não estaremos tão distantes do ritmo dos carros do ano passado. Os carros também são mais pesados, isto acresce certo tempo. Definitivamente, este ano sempre seremos um pouco mais lentos”, concluiu.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente