Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasília

Câmara vira campo de batalha; alvo é o frágil governo de Agnelo



Vários deputados se pronunciaram em plenário, na Câmara Legislativa, para cobrar obras do governo, criticar obras anunciadas ou proclamar algumas já realizadas. Celina Leão (PDT) fez o discurso mais contundente, contra a possível reforma do autódromo Nelson Piquet, o que, segundo informou, teria um custo inicial de R$ 350 milhões.

“É mais uma obra faraônica em favor de eventos que se realizam gratuitamente para os realizadores”, disse a distrital, lembrando que o Estádio Nacional custou R$ 2 bilhões e, até agora, “não deu um retorno para a população, seja em geração de emprego ou desenvolvimento”.

“Esse dinheiro deveria ser aplicado no asfaltamento das cidades, na segurança, na saúde, na educação, no alargamento de vias para melhorar o trânsito”, argumentou Celina. E completou: “Ou se governa para o povo ou para os empresários”.

A líder do governo na Casa, deputada Arlete Sampaio (PT), rebateu o discurso de Celina, chamando o pronunciamento da pedetista de “genérico, sem precisar as informações, sem saber de onde virão os recursos”. Arlete garantiu que o estádio custou R$ 1,5 bilhão e não R$ 2 bilhões.

De acordo com a petista, o atual governo realizou, em 2013, investimentos sem precedentes em obras públicas, totalizando R$ 2,3 bilhões. Como exemplo, citou a reforma de hospitais públicos, centros de saúde e escolas. Aos 213 leitos existentes, continuou Arlete, 231 outros foram acrescentados.

“Este governo também está mudando a realidade do transporte público”, acrescentou a petista, destacando que há um caminho burocrático para que as coisas aconteçam, por isso algumas demoram.

O deputado Agaciel Maia (PTC) foi à tribuna pedir a duplicação da via que liga o balão da Papuda à entrada da cidade de São Sebastião, conhecida como “trecho da morte”. Enquanto a obra não vem, ele sugeriu que o governo coloque barreiras eletrônicas para frear a velocidade e, assim, reduzir o número de acidentes.

Olair Francisco (PTdoB) lembrou outras rodovias que reclamam medidas idênticas, ressaltando ter feito mais de mil indicações (sugestões formais ao governo) nesse sentido. Já o deputado Dr Michel (PP) cobrou o asfaltamento do Buritizinho, segundo ele, uma promessa de campanha e de várias visitas que o governador fez ao local.

Chico Vigilante (PT) registrou o fim da última escola de lata construída em governo anterior, a qual deu lugar a uma nova escola inaugurada hoje, a Escola Classe 203, em Santa Maria, junto com um novo Centro de Educação Infantil, que vai receber 400 crianças em tempo integral. “De lá, o governador saiu para inaugurar outra escola no Recanto das Emas”, informou o deputado, que esteve no evento de Santa Maria.

Zínia Araripe

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2021 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente