Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Brasil

Cardozo garante segurança de estrangeiros durante a Copa



O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, garantiu nesta quarta-feira (28) que os estrangeiros estarão seguros no Brasil durante a Copa do Mundo, que começa no próximo dia 12. Ele afirmou que as manifestações serão permitidas, mas que a polícia atuará para não haver abusos.

Na véspera, um protesto contra a Copa na capital federal terminou em confronto. Em meio ao protesto perto do Estádio Nacional de Brasília, um PM do pelotão de cavalaria foi atingido por uma flecha disparada por um indígena. O policial foi atendido pela ambulância do Samu e passa bem, segundo a corporação. Apesar de ter sido flagrado, o índio que disparou a flecha não foi preso, informou a  Polícia Militar.

Questionado se o estrangeiro pode se sentir seguro depois de uma fechada perto de um estádio, o ministro respondeu: “Os estrangeiros devem se sentir seguros, sim. Pois [o episódio da fechada] mostra que a Polícia está presente para garantir o cumprimento da lei, a liberdade de manifestação, e não permitir abusos.”

Novamente questionado se uma fechada era abuso, ele disse que, em todo mundo, sempre há manifestações e que em algumas situações há “ultrapassagem do limite de liberdade de manifestação”. Segundo ele, no Brasil, a Polícia atuará para evitar abusos. “Quem abusar deverá ser punido.”

Sobre se arco e flecha deve ser proibido em protesto, ele disse que as manifestações devem ocorrer “sem armas”.

“A liberdade de manifestação está colocada. Nós temos que, nos termos da Constituição, que admite a liberdade de manifestação sem armas, garantir que as pessoas se manifestem. E acredito que tudo isso deve ser colocado dentro daquilo que nosso plano de segurança sempre coloca, ou seja, manifestação é manifestação, pouco importa se as pessoas manifestem o que quiserem. Isso deve estar colocado como garantia democrática.”

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também afirmou que há segurança e que o episódio da fechada não prejudicará.

“A manifestação existe em todo o mundo. Isso não abalará a festa, a grandeza da festa e a convicção do estrangeiro que ele está num país amigo e num país seguro.”

Segundo Janot, o Ministério Público Federal vai acompanhar a situação para “ter atuação pronta no caso de excessos nessas manifestações”.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente