Curta nossa página
Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Ceni volta a marcar e São Paulo despacha CRB na Copa do Brasil

Publicado

Foto/Imagem:


O São Paulo não foi brilhante. Até oscilou durante a partida, mas não precisou se esforçar muito para vencer o CRB, por 3 a 0, nesta quarta-feira à noite, no Pacaembu, e avançar à terceira fase da Copa do Brasil. A equipe comandada por Muricy Ramalho só saberá quem enfrentará na próxima fase no dia 23 de julho, quando Bragantino e Figueirense disputam a segunda partida. A primeira, nesta quarta, em Bragança, terminou 2 a 1 para o time paulista.

Apesar da obrigação feita, o confronto disputado nesta quarta-feira, no Pacaembu, diante de 20.853 torcedores, mostra que o Tricolor ainda precisa se encontrar.  A escalação e o esquema tático mudaram novamente, mas a entrada de Paulo Henrique Ganso não deu a organização necessária. E o CRB, principalmente com Tozin, teve chances para estragar a festa tricolor, mas falhou em duas finalizações. Na terceira, parou na trave.

Os times voltarão a campo no final de semana. Pela Série A do Brasileiro, o São Paulo fará o clássico da rodada contra o Corinthians, na Arena Barueri. Já os alagoanos, pela Série C, terão o CRAC como adversário.

O primeiro tempo não agradou. Os dois times se movimentaram bastante, mas faltou qualidade técnica. O São Paulo abriu o marcador com Osvaldo, após cruzamento de Luis Ricardo, mas viu o adversário assustar em três oportunidades. Na melhor delas, Ceni evitou gol de Tozin. Ganso, que ganhou nova chance de Muricy Ramalho, não justificou sua entrada no time. No ataque, Alexandre Pato voltou muito para buscar a bola, enquanto Luis Fabiano passou os primeiros 45 minutos discutindo com a arbitragem.

Na etapa complementar, o CRB voltou com um esquema mais ofensivo (Marcelo Maciel na vaga de Audálio), mas o Tricolor, em seu primeiro ataque, fez o segundo gol, com Lucas Silva. A partir daí, os alagoanos adiantaram a marcação em busca do tento que levaria a decisão para os pênaltis, mas deu espaços para o São Paulo contra-atacar. Em três ocasiões, o gol só não saiu porque Julio Cesar trabalhou muito bem. No fim, Rogério Ceni, em cobrança de pênalti, definiu a partida.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade