Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Cientistas brasileiros descobrem dinossauro Avatar na China



O filme Avatar, dirigido por James Cameron e lançado em 2009, inspirou arqueologistas a batizarem uma nova espécie de pteurossauro revelada em uma pesquisa publicada nesta quinta-feira na Scientific Reports, parte do grupo Nature.

Ikrandraco avatar, um réptil voador que viveu há 120 milhões de anos, junto dos dinossauros, foi descoberto pelos brasileiros Alexander Kellner (Museu Nacional do Rio de Janeiro) e Taissa Rodrigues (Universidade Federal do Rio de Janeiro), além dos chineses Xiaolin Wang, Shunxing Jiang e Xin Cheng.

Encontrados na Formação Jiufotang, na província chinesa de Liaoning, os fósseis mostram que o Ikrandranco tinha 70 centímetros, mas uma envergadura de 2,5 metros. Mas as surpresas não pararam aí. Os pesquisadores se depararam com uma crista embaixo da mandíbula, e uma formação óssea na mesma região que se assemelha a um gancho.

As pesquisas mostraram que a estrutura ajudava o animal, muito semelhante aos dragões usados em Pandora na obra cinematográfica, a se alimentar. Ele, supostamente, colocava a crista na água durante a caçada para poder manobrar durante o voo e capturar o alimento.

Os pterossauros representam um importante grupo dos répteis do período Mesozóico. Apesar de serem representados em todos os continentes seu registro fóssil é muito desigual. Apenas alguns restos são completos e bem preservados.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente