Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Curiosidades

Cientistas identificam o vírus que deixa os seres humanos mais estúpidos



Um vírus que infecta o cérebro do ser humano e o torna mais “estúpido” foi descoberto por cientistas americanos. O chamado vírus “algae” não havia sido detectado anteriormente em pessoas saudáveis, mas foi encontrado em análises microscópicas de gargantas, podendo causar alterações nas funções cognitiva e visual.

Cientistas da Escola de Medicina Johns Hopkins e da Universidade de Nebraska fizeram a descoberta “sem querer”, durante um estudo de micróbios na garganta. Surpreendentemente, as pesquisas encontraram DNA que batia com o do vírus em pessoas saudáveis.

O médico virologista Robert Yolken, quem liderou o estudo, disse que “este é um exemplo impressionante que mostra que os micro-organismos inócuos que carregamos pode afetar o comportamento e cognição”.

Muitas características diferentes entre duas pessoas são encontradas nos genes, sendo herdadas pelos pais, mas “muitas dessas diferenças podem ser alimentadas pelos vários micro-organismos que abrigamos e a forma como eles interagem com os nossos genes”.

A pesquisa contou com 90 voluntários, sendo que 40 foram testados como positivo para a presença do algae. Aqueles que têm a presença do vírus se saíram pior em testes de avaliação de medidas, velocidade e processamento visual. Eles também obtiveram pontuações inferiores em tarefas concebidas para medir a atenção.

O corpo humano carrega trilhões de bactérias, vírus e fungos. A maioria é inofensiva, mas as descobertas da pesquisa mostram que alguns micro-organismos podem deteriorar em funções cognitivas.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente