Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Saúde

Cirurgia íntima ganha cada vez mais adeptas



Gabi Oliveira, Edição

O avanço das técnicas de cirurgia íntima foi uma grande vitória para o sexo feminino, visto que, por muito tempo, a procura por procedimentos estéticos nessa região era vista como uma atitude promíscua e desnecessária.

Hoje, entretanto, cada vez mais mulheres tem procurado o procedimento e, por isso, profissionais têm investido mais em aprender as técnicas que permitem melhorar os aspectos estéticos e funcionais da região íntima feminina.

Mesmo com maior divulgação e procura pela cirurgia íntima feminina, muitas pacientes ainda relatam inseguranças com relação a realização desse procedimento, visto que temem as técnicas invasivas e uma recuperação dolorosa no período pós-operatório. Essa, entretanto, é uma realidade que tem ficado cada vez mais distante das novas técnicas desenvolvidas para a plástica na região íntima.

Uma das responsáveis por essa mudança é a técnica de cirurgia íntima a laser, desenvolvida por profissionais especializados na reestruturação da região vaginal feminina, tanto para atender aspectos estéticos, quanto funcionais. Esse tipo de cirurgia é realizada em pacientes que, geralmente, se queixam de sintomas de atrofia vaginal, que podem prejudicar não somente a fisiologia da região, como seu aspecto visual.

A técnica à laser, aplicada com a ajuda do aparelho chamado MonaLisa Touch, permite a recuperação da mucosa genital, retardando o envelhecimento do tecido local – da mesma maneira que o laser atua em procedimentos na face. Ela, além de extremamente segura, é uma técnica indolor, pouco invasiva e natural. Algumas das características recuperadas na região são o tônus muscular, o fluxo sanguíneo e, principalmente, a lubrificação – essencial para melhorar a qualidade de vida sexual das pacientes.

A técnica de cirurgia íntima à laser também pode atuar na melhora da saúde da região, evitando quadros de pruridos e irritações na vulva, além do ressecamento, que podem aumentar os riscos de infecções e lesões locais

Para a mulher, poder conviver com essas melhoras garantidas após a aplicação da técnica, é uma grande vitória, especialmente se ela vem enfrentando desconfortos na região por um longo período de tempo – situação que reduz sua qualidade de vida e bem-estar. Por isso, vencer o medo de realizar a técnica – agora com a ajuda do procedimento à laser – é um grande passo para a paciente melhorar, significativamente, sua relação com essa parte do seu corpo.

O procedimento de cirurgia íntima, mesmo quando feita com a técnica à laser, deve ser realizada com a ajuda de um profissional especializado nesse campo de atuação. Para encontrar o cirurgião ideal para os seus objetivos, pode ser importante contar com o suporte de profissionais de consultoria, que avaliam e identificam as melhores escolhas para o seu perfil cirúrgico – e especialmente, que estão dentro das suas condições financeiras.
Dessa maneira, o caminho para se beneficiar da cirurgia íntima a laser, está a poucos passos de ser finalizado.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente