Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Veículos

Citroën canta de galo com o novo C4 Lounge turbinado em todas as versões



Depois da intensa batalha entre as fabricantes pelos clientes do segmento de SUVs compactos – sem dúvida a categoria mais disputada de 2015, apesar da crise que o mercado automobilístico enfrenta -, este ano parece ser a vez dos sedãs médios.

Depois de a Chevrolet mostrar o máximo que pode oferecer em termos de tecnologia com o lançamento da nova geração do Cruze e a Honda prometer requinte de categoria superior com o Civic 10, ambos equipados com motor turbo, a Citroën contra-ataca com ousadia e revela a linha 2017 do C4 Lounge, que deixa de oferecer o motor 2.0 aspirado e agora é inteira equipada com motor 1.6 THP Flex, com turbocompressor e injeção direta, de 173 cavalos (166 cv com gasolina) e 24,5 kgfm de torque, disponíveis entre 1.400 e 4.000 rpm.

Dessa forma, as configurações Origine 2.0 com câmbio automático e Tendance 2.0, com transmissão manual ou automática, deixam de ser vendidas oficialmente.

Veja os preços:

+ C4 Lounge Origine 1.6 THP Flex M/T — R$ 69.990
+ C4 Lounge Origine 1.6 THP Flex A/T — R$ 77.590
+ C4 Lounge Tendance 1.6 THP Flex A/T — R$ 81.590
+ C4 Lounge Exclusive 1.6 THP Flex A/T — R$ 91.590

As principais mudanças estão na lista de equipamentos, câmbio, calibração de suspensão e no plano de serviços pós-venda. As novidades visuais do sedã se limitam a um novo conjunto ótico dianteiro. A diferença de equipamentos entre uma configuração e outra já pode ser encontrada no configurador do site da marca.

Mecanicamente, vale destacar a introdução de uma nova caixa de câmbio manual de seis marchas (a mesma do compacto esportivo DS3, mas com relações diferentes visando mais eficiência) e melhoras feitas na caixa automática AT6, que recebeu alterações com o intuito de diminuir o consumo. As mudanças, segundo a Citroën, permitem ao novo C4 ser até 17% mais econômico que o modelo da linha 2016 — conforme novos dados do Inmetro, agora todas as versões do sedã recebem etiqueta A (no anterior, algumas eram nota C).

Além disso, de acordo com a Citroën, há a calibragem da suspensão dianteira foi revista e há novos amortecedores com foco em respostas mais ágeis.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente