Curta nossa página


Dutch   English   French   German   Italian   Portuguese   Russian   Spanish


Rio

Consórcio Rio Galeão assume aeroporto e promete mudanças



O consórcio Rio Galeão – formado por Infraero, Odebrecht e Changi – vai assumir a operação do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Galeão, Ilha do Governador, nesta terça-feira (12). A promessa é que sejam feitas melhorias para os passageiros até os Jogos Olímpicos de 2016. No entanto, os usuários devem ver algumas mudanças logo no primeiro dia da nova gestão, como cancelas automáticas nos estacionamentos, monitoramento eletrônico, vigilância especial e serviço de SOS. De acordo com o consórcio, durante a etapa de obras serão investidos cerca de R$ 2 bilhões na infraestrutura do Galeão.

Segundo os responsáveis, o aeroporto vai ganhar também 27 novas pontes de embarque e mais 68 balcões de check-in. A área do pátio de aeronaves vai ser ampliada em 80% e o estacionamento também vai aumentar. Serão construídos quatro novos andares no edifício garagem, o que significa mais 2,1 mil vagas para veículos. Até o fim da concessão, que tem prazo de 25 anos, o consórcio pretende investir R$ 5 bilhões.

Enquanto as melhorias não chegam, os passageiros ainda convivem com diversos problemas. Na manhã de sábado (9), um dos elevadores no Terminal 1 não estava funcionando. Enquanto isso, a fila para pegar o outro elevador só aumentava. “É ruim né, um aeroporto internacional, um elevador funcionando, é ruim para o turista”, disse um colombiano.

O túnel que faz a ligação entre os terminais 1 e 2 tem um trajeto longo e, por isso, esteiras são usadas para facilitar a locomoção das pessoas. No entanto, muitas delas estavam paradas nesta manhã. “Está quebrada e eu estou atrasada para um voo internacional”, disse Mariana Martino, passageira que circulava no local.
As pessoas que foram ao aeroporto de carro também enfrentaram longas filas para pagar o estacionamento. O tempo de espera chegou a 30 minutos.

Comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidade

Copyright ® 1999-2019 Notibras. Nosso conteúdo jornalístico é complementado pelos serviços da Agência Brasil, Agência Brasília, Agência Distrital, Agência Estadão, Agência UnB, assessorias de imprensa e colaboradores independentes.

Segue a gente